A volta após quatro anos

As Férias do Pequeno Nicolau diverte crianças e adultos

Na comédia de Laurent Tirard, a família do protagonista sai de Paris para se instalar num hotel à beira-mar do litoral francês

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

As Férias do Pequeno Nicolau
Nicolau e os pais: contratempos e confusões na praia (Foto: Divulgação)

As clássicas tirinhas criadas por René Goscinny e Jean-Jacques Sempé, em 1956, já renderam O Pequeno Nicolau, longa-metragem de 2009. Quatro anos depois, os personagens principais estão de volta — os pais continuam sendo interpretados por Valérie Lemercier e Kad Merad, mas Nicolau agora ganha a atuação de Mathéo Boisselier. A trama começa em Paris e se desloca para uma praia do litoral francês. É lá que o pai, a mãe e a avó se instalam num hotel à beira-mar. Nicolau deixou uma suposta namoradinha na cidade e encontrou cinco coleguinhas de farras. Quando a família reencontra um velho amigo, o menino entra em pânico ao saber que ele (por brincadeirinha) está prometido em casamento. Sua suposta futura noiva é calada e muito, muito estranha. Nicolau, então, reúne a turma para dar um jeito de expulsar os parentes dela de lá o mais rápido possível. Embora seja este o mote central, a comédia tem um roteiro estruturado em divertidos esquetes para focar outros conflitos igualmente espirituosos — a sogra impertinente, a mãe assediada por um produtor de cinema italiano, o pai em atritos com o chefe... O visual retrô (algo entre as décadas de 50 e 60), o humor nostálgico e as brincadeiras próprias de qualquer infância tornam o filme uma diversão garantida para adultos e crianças. ✪✪✪ As Férias do Pequeno Nicolau, de Laurent Tirard (Les Vacances du Petit Nicolas, França, 2014, 97min). Livre. A estreia estava prometida para quinta (25). 

Fonte: VEJA RIO