CINEMA

Sangue, suor e sustos

A fita de terror A Morte do Demônio não trai o original de 1981 e traz elementos para apavorar nervos sensíveis

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Kirsty Griffin/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Além de reverente e uma homenagem a Evil Dead (1981), A Morte do Demônio é uma boa fita de terror que independe da matriz. Sam Raimi, diretor do original de 1981, aparece aqui como produtor e certamente deu pitacos no longa-metragem comandado pelo uruguaio Fede Alvarez. A trama não disfarça o enredo-clichê. Acompanhado da namorada e de mais dois amigos, David (Shiloh Fernandez) chega a uma cabana na floresta a fim de rever Mia (Jane Levy), sua irmã drogada. No porão, forrado de gatos em decomposição, o colega Eric (Lou Taylor Pucci) encontra um livro enigmático e, ao pronunciar algumas palavras, liberta um espírito do mal com alvo certo: o corpo da garota viciada. O resultado mostra-se sanguinolento, vibrante e assustador para os nervos sensíveis. Se a refilmagem não tem status para fazer história, ao menos se destaca da mesmice que vem rondando o gênero. Direção: Fede Alvarez (Evil Dead, EUA, 2013, 91min). 18 anos. Estreou em 19/4/2013.

Dublado: Cinemark Carioca 4, Cinespaço Boulevard 4, Cinesystem Bangu 6, Cinesystem Via Brasil 3, Kinoplex Grande Rio 4, Kinoplex West Shopping 5, UCI Kinoplex NorteShopping 10, UCI ParkShopping Campo Grande 2. Legendado: Box Cinemas São Gonçalo 6, Cinemark Downtown 5, Cinemark Plaza Shopping 6, Cinesystem Via Brasil 3, Kinoplex Leblon 3, Kinoplex Nova América 1, Kinoplex Tijuca 1, Rio Sul 2, UCI Kinoplex NorteShopping 10, UCI New York City Center 6.

Fonte: VEJA RIO