CINEMA

Luzes e imagens de Walter Carvalho

Mostra em cartaz na Caixa Cultural a partir de terça (2) exibe 41 obras do diretor de fotografia paraibano, entre longas, curtas e minisséries

- Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O paraibano Walter Carvalho se notabilizou como diretor de fotografia, com quase oitenta títulos em sua premiada carreira iniciada nos anos 70. Desde 2001, vem se aventurando também na direção. É dele a elogiada cinebiografia de Raul Seixas lançada no ano passado. Seu talento versátil inspira a mostra A Luz (Imagem) de Walter Carvalho, em cartaz na Caixa Cultural a partir de terça (2). Foram selecionadas 41 obras, entre longas, curtas e minisséries.

A lista inclui seu delicado documentário de estreia como diretor, Janela da Alma, realizado em parceria com João Jardim. No filme, pessoas com graus variados de deficiência visual contam como enxergam o mundo ? o escritor português José Saramago (1922-2010, na foto) contribui com um dos depoimentos mais originais. O longa é atração do primeiro dia, às 17h15, no Cinema 2, logo depois do curta MAM S.O.S., de 1978, ano em que o museu carioca sofreu um incêndio devastador. Estão previstos ainda Cazuza ? O Tempo Não Para (2004), na sessão de sexta (5), às 13h45, no Cinema 1, e Raul ? O Início, o Fim e o Meio (2012), no sábado (6), às 18h15, na mesma sala. A entrada custa R$ 4,00, mas algumas sessões são gratuitas. É o caso de Chega de Saudade (2007), de Laís Bodanzky, na terça (2), às 15h20, e Lunário Perpétuo (2003), na quarta (3), às 16h15, ambos no Cinema 2. A programação paralela inclui debates e exposição de fotos, além de palestra com o homenageado no sábado (6), às 17h.

Fonte: VEJA RIO