EXPOSIÇÕES

World Press Photo

Imagens escolhidas através de concurso aberto a fotojornalistas integram a exposição itinerante

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Sediada em Amsterdã, na Holanda, a renomada fundação World Press Photo promove anualmente um concurso aberto a fotojornalistas de todo o planeta. Escolhidas por um júri de especialistas, as melhores imagens recebem prêmios e integram uma exposição itinerante que passa por mais de oitenta cidades. No Rio, a 56ª edição da mostra está em cartaz na Caixa Cultural. Foram reunidas 154 fotos, feitas por 54 profissionais de 32 nacionalidades. O alentado panorama inclui de tudo um pouco: há flagrantes de guerra, violência urbana, esportes, cotidiano de pessoas comuns, natureza e personalidades da cultura. Em comparação com a seleção passada, a impressão é que há agora mais trabalhos voltados para desvendar a miséria humana. É triste exemplo disso a obra vencedora do prêmio máximo, do sueco Paul Hansen, em que crianças palestinas mortas, vítimas de um míssil de Israel, são carregadas por uma multidão. O conflito pelo poder na Síria também é objeto de mais de uma dezena de fotografias. Em algumas ampliações, a poesia e a esperança emergem do cenário mais improvável. É o caso do clique do americano Micah Albert, que mostra uma catadora de lixo queniana entretida com um livro achado em meio aos dejetos.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até dia 23.

Fonte: VEJA RIO