EXPOSIÇÕES

Criação em série

O primeiro múltiplo de Waltercio Caldas está entre a trinta obras reunidas na nova mostra do artista carioca

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-exposicoes-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Ao longo da carreira, Waltercio Caldas dedicou especial atenção à produção de objetos. Sua primeira exposição, no início dos anos 60, ainda em moldes amadores, já apresentava uma série de trabalhos do gênero. Na estreia profissional, em individual no Museu de Arte Moderna do Rio, em 1973, lá estavam treze dos chamados objetos-caixa, espécies de maletas ou urnas que ele vinha desenvolvendo havia alguns anos.

O primeiro múltiplo ? obra destinada especificamente à reprodução em série ? só veio em 1974: A Origem do Futuro, uma embalagem de papel com um disco de vinil sobre o qual repousam duas miniaturas de canhões. Emblemática na trajetória do artista carioca de 65 anos, a peça compõe o acervo da exposição Múltiplos, em cartaz a partir de quarta (23).Dos 57 exemplares criados por Caldas até hoje, trinta serão exibidos: são catorze objetos e dezesseis gravuras. Oito trabalhos são inéditos. Embora não seja exatamente uma retrospectiva, a mostra abrange várias épocas. Entre as peças mais recentes está uma espécie de escultura sem título, de 2005, feita de aço inoxidável e fio de algodão, que lembra o desenho de uma garrafa. Outra atração prevista, Estudos sobre a Vontade traz uma série de fotografias de 1978 que o artista transformou em um múltiplo em 2000.

Waltercio Caldas. R$ 1?200,00 a R$ 40?000,00. Mul.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon, ☎ 2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h30; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 21 de julho. A partir de quarta (23). www.multiploespacoarte.com.br.

Fonte: VEJA RIO