EDIÇÃO DA SEMANA

Uma volta... ...pelos antiquários da Rua do Lavradio com Plínio Fróes

O empresário chegou ao Rio em 1989 e logo se apaixonou pela beleza arquitetônica do Centro. Veja as dicas dele na Rua do Lavradio

Por: Louise Peres - Atualizado em

uma-volta.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Quando chegou ao Rio, em 1989, o então jovem estudante de arquitetura Plínio Fróes logo percebeu que não voltaria para a faculdade, em Vitória. "Fiquei apaixonado pelo centro da cidade, em especial pela beleza arquitetônica dos casarões da Rua do Lavradio, e resolvi fazer a vida por ali", conta o empresário, que em dois anos abriria naquele lugar o seu primeiro antiquário ? um pequeno boxe que depois se expandiu para ocupar a loja inteira. Mais tarde, com a evolução e a restauração da rua, que liga a Lapa à Praça Tiradentes, surgiu o desejo de fomentar também a vida noturna na região. Em 2001, ele inaugurou a casa noturna Rio Scenarium e, logo em seguida, a cachaçaria Mangue Seco e o bar Santo Scenarium. "Com a revitalização, os antiquários ganharam uma roupagem nova, um encontro do antigo com o moderno. Precisávamos movimentar aquele pedaço também à noite", explica Plínio.

"Com casarões preservados e uma vida noturna agitada, a via é uma relíquia arquitetônica e cultural da cidade"

Fonte: VEJA RIO