EDIÇÃO DA SEMANA

Uma volta... pela Urca com o escritor Laurentino Gomes

Autor de 1808, 1822 e 1889, Laurentino Gomes explorou a Urca para escrever seu último livro. Veja as dicas do escritor no bairro

Por: Louise Peres - Atualizado em

uma-volta.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O Rio de Janeiro foi o cenário principal dos três livros do jornalista Laurentino Gomes: 1808, 1822 e 1889. Para o último deles, o escritor, que já vendeu 2 milhões de exemplares, precisou fazer inúmeras incursões por um bairro específico da cidade, a Urca, pano de fundo para importantes acontecimentos que antecederam a proclamação da República. "É uma área militar essencialmente, com construções imponentes, que davam amostras da potência em que o Brasil pretendia se transformar", destaca o paranaense, que aponta o lugar como um de seus destinos favoritos por aqui. "Sempre que venho ao Rio faço um passeio por lá para tomar uma cervejinha gelada ali na mureta", confessa. Ele ressalta ainda a importância daquela área na própria formação e consolidação da capital fluminense. "No passado, durante os séculos XVI e XVII, a Urca foi o grande pórtico pelo qual passavam todos os viajantes que chegavam", diz sobre a região onde, há 449 anos, Estácio de Sá desembarcou e fundou oficialmente o Rio de Janeiro, no dia 1º de março de 1565.

"Para escrever meus livros, mergulhei na alma da cidade. A Urca concentra muito dessa história"

Fonte: VEJA RIO