COTIDIANO

Confira como será o sistema de VLT do Centro

Não poluente, trem elétrico vai integrar o Centro ao Porto e ao Santos Dumont através de trilhos até 2014

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

O Centro da cidade vai ganhar, até 2014, suas primeiras linhas de Veículo Leve sobre Trilhos, os VLT. A verba para a implantação do sistema foi liberada pela presidente Dilma Roussef nesta quarta (21). O montante anunciado pela presidente para obras de infraestrutura é de 1,6 bilhão de reais, sendo que 500 milhões de reais vão para os VLTs.

A implantação dos veículos leves custará no total 1,1 bilhão de reais, sendo que os 600 milhões de reais restantes vão ser financiados por uma parceria público-privada. A parceria será firmada pela prefeitura com a empresa que pedir a menor contrapartida pelo projeto, que contará com seis linhas e 41 estações, interligando o Centro ao aeroporto Santos Dumont e à região portuária.

Até a Copa de 2014, pelo menos duas linhas devem estar em operação. A primeira chama-se Portuária, e vai passar pela Rodoviária Novo Rio, Santo Cristo, Praça Mauá e seguir até o Palácio Pedro Ernesto, na Cinelândia. A segunda sai da Central do Brasil, passa pela Cidade do Samba e a Avenida Rodrigues Alves. Segundo a administração municipal, as quatro linhas restantes vão operar até a Olimpíada de 2016. Quando estiver em sua capacidade máxima, o sistema vai contar com 32 trenzinhos, sendo que cada vagão comporta até 450 passageiros.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO