COTIDIANO

Bondes elétricos vão retirar até 2 mil ônibus do Centro

Programado para entrar em operação em 2014, o sistema de veículo leve sobre trilho - VLT, vai reduzir drasticamente a frota de ônibus que circula na região central da cidade

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

vlt.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A implantação do sistema de veículos leves sobre trilho no Centro da cidade vai retirar das ruas da regiao cerca de 2.000 ônibus, de acordo Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp). Estão previstas seis linhas de bonde elétrico no projeto e, por onde o bonde passar, não haverá circulação de ônibus. A previsão é de que o edital de licitação para a obra seja lançado no dia 30 de setembro e, pelo cronograma, a primeira fase de linhas deve começar a operar já em 2014, a tempo da Copa do Mundo. Entre as primeiras áreas comtempladas estão a estação das barcas e a Rodoviária Novo Rio. Em 2015, vem a parte mais ousada da implantação, quando os VLTs devem começar a operar na Avenida Rio Branco. Até 2016, todas os 28 quilômetros de trilhos devem estar em operação, somando 42 estações (veja mais detalhes aqui).

Fonte: VEJA RIO