HISTÓRIAS CARIOCAS

Uma maravilha de cenário

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Analu Prestes
(Foto: Redação Veja rio)

A atriz Sara Antunes está de costas porque hoje a notícia principal não é ela, e sim o cenário de Analu Prestes. Daqui a três semanas, ele vai representar o Brasil na 12ª edição da Quadrienal de Praga, na República Checa, a maior feira de cenografia do mundo. A instalação tem sido usada como pano de fundo ? literalmente ? no monólogo Sonhos para Vestir, em cartaz no Sesc Tijuca. Trata-se de uma cortina de seda bordada, de 9 metros quadrados, que não custou aos produtores nem 10 000 reais. É um elemento fundamental para dar o clima de sonho do espetáculo. O público pode ficar tranquilo: há uma réplica menor que vai ficar exposta numa redoma de vidro durante as duas semanas da mostra. Assim, a peça original continuará embalando os devaneios da personagem de Sara, também autora da montagem. Ela passou por uma crise existencial após viajar de férias pela Bahia e a partir daí desenvolveu o tema, junto com Analu e a diretora Vera Holtz.

Fonte: VEJA RIO