5 motivos

Para visitar a Igreja da Penha

Igreja volta a atrair visitantes após pacificação no complexo da Penha e deve até ganhar bondinho que liga o asfalto ao templo

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

penha1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Construída em uma rocha a 111 metros de altura, a paróquia da Penha sempre causou admiração em quem chega à cidade pelas vias expressas. Mas, até 2010, eram poucos os turistas e cariocas que se arriscavam a visitar o santuário, cercado por comunidades dominadas por traficantes. "Com as operações de pacificação no complexo da Penha, os visitantes voltaram", conta o padre Serafim Bernardes. A cada domingo, entre 1500 e 2000 fiéis assistem às missas celebradas na igreja. O santuário tem ainda um museu que guarda relíquias do século XVIII e, em breve, deve receber um bondinho que liga o asfalto ao templo.

1- A vista. O Santuário da Penha tem bancos espalhados, sombra e uma vista privilegiada da Zona Norte da cidade. De um lado, se vêem o aeroporto Internacional, a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar e o Corcovado. Do outro, a serra dos Órgãos e a Baixada Fluminense. Também há duas lanchonetes disponíveis.

2- O museu. Guarda utensílios usados pela igreja e imagens de santos antigas. No acervo, há uma estátua de Nossa Senhora da Penha do século XVIII, castiçais do século XIX e um sino de 1728, que tem um brasão da coroa portuguesa. Outra curiosidade é uma foto de D Pedro II, feita durante uma visita do imperador ao santuário católico.

3- Sala dos milagres. O ambiente abriga ex-votos de todo tipo. Lá, fiéis de Nossa Senhora deixam oferendas para agradecer as graças obtidas. Há ex-votos de mais de 200 anos, feitas com prata. As atuais são feitas, em sua maioria, de cera. Também há uma profusão de vestidos de noiva e uniformes militares.

4- A escadaria. A escadaria da igreja da Penha é única no mundo. São 382 degraus, que foram esculpidos na rocha. A obra foi feita a mando de um casal, que conseguiu ter filhos após uma promessa para Nossa Senhora. A escada é simétrica e acompanha o desenho do morro.

5- A igreja. O templo pequeno esconde uma curiosidade. Conta com 25 sinos de origem portuguesa, adquiridos nos anos 20. Era a igreja com o maior número de sinos no Brasil. Além disso, há uma bela imagem de Nossa Senhora em seu interior, que é pequeno. Do lado de fora, um extenso mirante circunda toda a igreja. A paisagem deslumbrante da cidade inclui o recentemente inaugurado teleférico do morro do Alemão.

Serviço

O Santuário da Penha abre diariamente, das 7h às 18h. O local conta com estacionamento gratuito. Para quem não quiser subir a escadaria, o serviço do bondinho também não custa nada. O museu e a sala dos milagres abrem apenas aos domingos. Endereço: Largo da Penha, 19, tel. 3219-6262.

Fonte: VEJA RIO