Frente fria

Ventania gera transtornos em diversos pontos da cidade

Na tarde de ontem, rajadas de vento deixaram Campo Grande e Santa Cruz sem energia

Por: Agência Brasil

Forte de Copacabana
Forte de Copacabana: velocidade dos ventos no local ultrapassou 80 km/h (Foto: Redação Veja rio)

Uma frente fria que chegou ao Rio de Janeiro na tarde de ontem (21) causou transtornos aos moradores da cidade. Devido às rajadas de vento, houve registros de quedas de árvores e interrupção no fornecimento de energia. No Forte de Copacabana, zona sul da cidade, a ventania chegou a 81 Km/h. Também houve chuva fraca em diversos pontos da cidade.

Segundo a Light, empresa que administra a distribuição de energia elétrica na cidade do Rio, as áreas mais afetadas foram os bairros da zona oeste, como Campo Grande e Santa Cruz, que tiveram o fornecimento restabelecido ainda ontem.

+ Aplicativo traz atrações turísticas da Zona Oeste

A empresa informa que, por causa da ventania e da queda de galhos de árvores sobre a rede elétrica, houve necessidade de interromper hoje (22) o fornecimento nessas duas regiões para fazer reparos mais demorados. Por isso, algumas ruas voltaram a ficar sem energia pela manhã.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro, três árvores foram derrubadas pelas rajadas de vento. O Aeroporto Santos Dumont ficou fechado nesta manhã para pousos e decolagens durante 20 minutos.

+ Prefeitura lança app que informa sobre chuvos fortes

Segundo a meteorologista Camila Brasiliense, as rajadas de vento acontecem devido ao choque de duas massas de ar distintas. “Tínhamos na cidade uma massa de ar quente muito forte até a tarde de ontem. A ventania se dá exatamente pelo choque desta massa com outra de ar frio. Mas, hoje isso [a rajada de vento] não deve voltar a acontecer, já que esta frente fria se instalou na cidade.”

Fonte: VEJA RIO