VIAGEM

Diversões ao redor da capital

Quem estiver disposto a ir além das fronteiras da metrópole poderá descobrir uma série de programas surpreendentes: do silencioso templo budista de Cotia ao resort com campo de golfe em Mogi das Cruzes; da maria-fumaça em Paranapiacaba à pista artificial para esquiar em São Roque. A seguir, uma seleção de atrações que valem a (rápida) viagem, a menos de 100 quilômetros da cidade.

Por: Nathalia Zaccaro - Atualizado em

bondinho-litoraneo-santos.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ATIBAIA (64 KM)

Cercada pela Serra do Itapetinga, Atibaia costuma atrair turistas ávidos por tranquilidade e também os aventureiros, que podem praticar trekking, rapel, asa-delta e motocross nas reservas naturais da região. Com vista ampla do Lago do Major e do Parque das Águas, o teleférico percorre um trecho de pouco mais de 500 metros. Já o Parque Edmundo Zanoni é conhecido pelos passeios de pedalinho, além do jardim japonês e do Museu de História Natural. Rodovia Fernão Dias, acesso pelo quilômetro 39. Informações turísticas: ☎ 4411-7577. www.atibaia.sp.gov.br.

EMBU DAS ARTES (27 KM)

O sobrenome ?das Artes? só foi incorporado ao município no ano passado, em referência à intensa produção artesanal do lugar. Uma feira com cerca de 500 expositores reúne nos fins de semana, em média, 20 000 visitantes, que procuram nas banquinhas (assim como em lojas de decoração) itens manufaturados de qualidade acima da média, que vão de espelhões emoldurados a cestinhas de piquenique. As vielas de paralelepípedo com construções bem conservadas do século XVIII compõem um belo cenário. Para a criançada, há o Apiário Embu Cidade das Abelhas, parque temático que inclui museu e outras atividades educativas. Rodovia Régis Bittencourt, acesso pelo quilômetro 279. Informações turísticas: ☎ 4704-6565. www.embu.sp.gov.br. Apiário Embu Cidade das Abelhas. Estrada da Ressaca, quilômetro 7, ☎ 4703-6460. 8h30/17h (fecha seg.). www.cidadedasabelhas.com.br.

GUARAREMA (79 KM)

Famosa nos anos 70 pela presença de hippies (alguns célebres, como os Mutantes), que desembarcavam na antiga estação de trem para se isolar na natureza, a cidade continua a ser refúgio de quem deseja sossego. Um dos cartões-postais é a imponente Ponte de Ferro Central do Brasil, parcialmente desativada há cerca de quarenta anos. Merecem visita também a Orquidácea, reserva que produz 150 000 mudas da flor anualmente e é aberta para visitação, e o Recanto do Américo, uma praça às margens do Rio Paraíba do Sul que, por meio de uma ponte, leva a pequenas ilhas cobertas pela Mata Atlântica. Rodovia Ayrton Senna, acesso pelo quilômetro 68. Informações turísticas: ☎ 4693-1717. www.guararema.sp.gov.br.

IGARATÁ (77 KM)

Totalmente alagado em 1969, com a instalação de uma represa, o município foi reconstruído nas redondezas, em uma região mais alta. Os melhores programas acontecem no entorno das águas limpas, como as sessões de mergulho e os passeios de lancha. Uma boa pedida é o Spa Fazenda Igaratá, fincado em meio a uma mata bem preservada, onde há massagens com pedras quentes e trilhas ecológicas nas quais é possível contemplar a rica flora e os animais silvestres. Para passar o dia lá, pagam-se R$ 120,00 (não inclui pernoite). Rodovia Dom Pedro I, acesso pelo quilômetro 24. Informações turísticas: ☎ 4658-1334. www.igarata.sp.gov.br. Spa Fazenda Igaratá. Rodovia Dom Pedro I, acesso pelo quilômetro 29, ☎ 4658-1433. www.spaigarata.com.br.

MAIRIPORÃ (37 KM)

Com 7 900 hectares, o Parque Estadual da Serra da Cantareira divide-se entre Mairiporã e São Paulo. Ao longo da Trilha da Pedra Grande, de quase 10 quilômetros, é possível ver a silhueta da capital paulista, além de bichos como tucanos e macacos bugios. Para relaxar depois do exercício, a cidade serrana tem pousadas charmosas e chalés com lareira, como os do spa Unique Garden, onde são realizados vários tipos de massagem, um deles com aplicação de argila amazônica. Rodovia Fernão Dias, acesso pelo quilômetro 71. Informações turísticas: ☎ 4419-7357. www.prefeituramairipora.com.br. Unique Garden. Estrada Laramara, 3500 (acesso pelo quilômetro 54 da Rodovia Fernão Dias), ☎ 4486-8700. www.uniquegarden.com.br.

MOGI DAS CRUZES (57 KM)

O Parque das Neblinas é a grande atração turística, com três níveis de canoagem no cristalino Rio Itatinga, que vão da versão exclusivamente contemplativa, em águas calmas, à mais emocionante, pelas corredeiras. Muito procurado pelos paulistanos, o Paradise Golf & Lake Resort tem um campo de dezoito buracos e possui ainda espaço para paintball e passeios a cavalo. Rodovia Ayrton Senna, acesso pelo quilômetro 44. Informações turísticas: ☎ 4798-5078. www.mogidascruzes.sp.gov.br. Paradise Golf & Lake Resort. Rodovia Engenheiro Cândido do Rêgo Chaves (SP-39), acesso pelo quilômetro 50, ☎ 4795-4100. www.paradiseresort.com.br.

PARANAPIACABA (50 KM)

Parte do município de Santo André, é uma vila de arquitetura inglesa fundada em 1867. Dentro do Museu Tecnológico Ferroviário, há um trenzinho maria-fumaça que faz um circuito pelo prédio, com cerca de vinte minutos de duração, aos domingos e feriados, de hora em hora, das 10h às 16h. A melhor maneira de chegar lá são os vagões do Expresso Turístico da CPTM, que partem da Estação da Luz para uma viagem de quase duas horas, com a vila como ponto final. O trajeto é realizado aos domingos (exceto nos segundos do mês), e os interessados têm de consultar a disponibilidade de assentos e horários. Os turistas costumam aproveitar para visitar algumas das vinte cachoeiras na região. Rodovia SP-122, acesso pelo quilômetro 29 da Via Anchieta. Informações turísticas: ☎ 4439-1318. www.santoandre.sp.gov.br.

SANTOS (72 KM)

Passeios de bonde são a melhor maneira de explorar a parte histórica da cidade, cenário muito usado em comerciais e novelas de época, onde está localizado o Palácio Saturnino de Brito, construído em 1936. Um dos itinerários sai da Praça Mauá e cruza o centro histórico revitalizado, enquanto o outro sobe até um monte de 157 metros de altitude, de onde é possível observar a orla e conhecer a capela Nossa Senhora de Monte Serrat. Para finalizar a visita, o estádio do Santos, na Vila Belmiro, e o Aquário da Cidade estão entre os pontos mais procurados, assim como os 5 quilômetros de jardins que cercam algumas das praias. Acesso pela Via Anchieta. Informações turísticas: ☎ (13) 3201-8000. www.turismosantos.com.br

SÃO ROQUE (66 KM)

Transitar por vinícolas e depois descer de esqui em uma pista de 400 metros pode não parecer um programa muito paulista, mas é o grande atrativo de São Roque. Os amantes do esporte podem se esbaldar no Ski Mountain Park, equipado com duas rampas de polietileno que simulam o atrito de montanhas nevadas, além de passeios a cavalo e de bicicleta, tudo a mais de 1 000 metros de altitude. O complexo Vila Darcy Penteado, no quilômetro 55 da Rodovia Raposo Tavares, oferece boas opções de gastronomia, ecoturismo e lojinhas de artesanato. Rodovia Castelo Branco, acesso pelo quilômetro 54. Informações turísticas: ☎ 4712-5664. www.saoroque.sp.gov.br. Ski Mountain Park. Estrada da Serrinha, s/nº, ☎ 4712-3299. 10h/18h (sáb., dom. e feriados). www.skipark.com.br.

TEMPLO ZU LAI (28 KM)

Situado em Cotia, a uma curta distância do trânsito e da barulheira paulistana, o local atrai cerca de 12 000 budistas e curiosos todos os meses. Inspirada nos palácios da dinastia Tang, que governou a China entre o século VII e o X, a construção foi feita em 2003, ao custo de 10 milhões de reais. Há dezenas de estátuas de Buda e 20 000 metros quadrados de área construída. Aos domingos, a programação é especial, a partir das 10h, com palestras e sessões de meditação. Estrada Municipal Fernando Nobre, 1461, Jardim Pioneira, Cotia, ☎ 4612-2895. 12h/17h (sáb. e dom. a partir das 9h30; fecha seg.). www.templozulai.org.br.

Fonte: VEJA RIO