EXPOSIÇÕES

História ilustrada

Cenas e personagens do Brasil através de quase dois séculos em 300 fotografias no CCBB

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-exposicoes-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Francês radicado em Campinas, Antoine Hercule Romuald Florence (1804-1879) ? ou apenas Hércules Florence, como era conhecido por aqui ? conduziu, em 1833, experiências pioneiras com uma câmera escura. A rigor, outros inventores já haviam produzido imagens a partir da exposição à luz, mas atribui-se ao franco-brasileiro a criação da palavra ?fotografia?, encontrada em anotações que ele fez anos antes de o termo começar a ser difundido na Europa. Em sua homenagem, aquele ano foi escolhido como marco inicial da exposição Um Olhar sobre o Brasil, no CCBB a partir de sexta (1º).

Organizada pelo fotógrafo Boris Kossoy, com curadoria adjunta da antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz, a mostra esteve em cartaz até janeiro de 2012 no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, com grande sucesso. No acervo, cerca de 300 imagens percorrem 170 anos de história do Brasil. O numeroso leque de fotógrafos inclui desbravadores como Augusto Malta (1864-1957), passa pela talentosa geração de Thomaz Farkas (1924-2011) e Geraldo de Barros (1923-1998) e chega a profissionais ainda em atividade, gente do porte de Sebastião Salgado e Evandro Teixeira. O próprio curador, Kossoy, comparece com uma bela imagem em preto e branco de Brasília, clicada em 1972. Entre os trabalhos mais antigos, há uma curiosa série dedicada ao período pré-republicano, na qual dom Pedro II e a família imperial surgem em vários retratos. Da mesma época são os registros de Marc Ferrez, documentos importantes sobre temas como a escravidão. Personagens de destaque na história do país, a exemplo de Getúlio Vargas, Heitor Villa-Lobos, o magnata da imprensa Assis Chateaubriand e até integrantes do grupo Dzi Croquettes, se misturam a fatos históricos como a Revolução de 1932, a construção da capital federal e o movimento Diretas Já. Detalhados textos informativos acompanham cada fotografia.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 7 de abril. A partir de sexta (1º).

Fonte: VEJA RIO