COTIDIANO

Última favela da Zona Sul do Rio é pacificada

Nesta segunda (29), policiais ocuparam a comunidade de Cerro-Corá, no Cosme Velho, para instalação de UPP

Por: Thaís Meinicke - Atualizado em

cerro-bandeira.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nesta segunda (29), o Comando de Operações Especiais da Polícia Militar ocupou as comunidades de Cerro-Corá, Guararapes e Vila Cândido, no Cosme Velho, para a implantação da 33ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do estado. Com a operação, que aconteceu sem resistência em apenas 30 minutos, todas as favelas da Zona Sul da cidade passam a contar com a presença de policiais. A previsão é de que a UPP seja instalada no local em 30 dias.

A operação contou com 420 policiais, entre homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Choque (BPChoque) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC), além de membros do Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) e policiais do 1º Comando de Policiamento de Área da Polícia Militar. Após a retomada, as forças de segurança farão operações de buscas de criminosos e apreensões de armas, drogas e objetos roubados.

De acordo com o Instituto Pereira Passos, com base no censo do IBGE de 2010, 2 803 pessoas vivem nessas comunidades. A 33ª UPP Cerro-Corá contará com 190 homens.

Fonte: VEJA RIO