COTIDIANO

Transporte público é a opção mais lenta para se deslocar no Rio

Associação de defesa do consumidor testou tempo gasto com percurso entre Barra e Centro feito de moto, carro, ônibus e metrô

Por: Thaís Meinicke - Atualizado em

transito.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Um estudo realizado pela associação PROTESTE, focada na defesa do consumidor, avaliou o tempo gasto pelos moradores do Rio de Janeiro e de São Paulo com deslocamento em diferentes meios de transporte e revelou que, nas duas capitais, o transporte coletivo é a forma mais lenta de locomoção. Para realizar a análise, quatro participantes simularam trajetos de ida e de volta ao trabalho durante três dias úteis na primeira semana de abril. No Rio, o trecho escolhido foi entre o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, e o Largo da Carioca, no Centro, com um total de 28 quilômetros. Todos saíram às 8h e retornaram às 17h30.

A forma mais rápida de deslocamento no Rio foi com motocicletas, com as quais o tempo gasto para a realização do percurso foi de cerca de uma hora. Em seguida vêm os carros particulares, o metrô e os ônibus. O transporte coletivo demorou, em média, duas horas para ir e voltar pelo trecho nos três dias do estudo. Falhas na sinalização para utilização da integração, vagões sujos e mal conservados, além de pausas prolongadas foram algumas das dificuldades encontradas na utilização do metrô.

Veja abaixo a tabela com o tempo gasto em todos os percursos:

proteste.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO