TERESÓPOLIS

Bares e Restaurantes

- Atualizado em

CREMERIE GENÈVE

Em um ambiente bucólico, este restaurante com arquitetura suíça é especializado na culinária francesa. Tem fondue, gratinados diversos, trutas e carnes. Destaque para o peito de pato com cassis e batata rosti (R$ 65,00) e para o cabrito Genève (R$ 52,00). Também vale a pena provar o queijo de cabra, feito na própria fazenda, que leva o nome do restaurante. É possível fazer uma visita guiada (R$ 3,00) para acompanhar a fabricação de queijos e ver a criação de cabras. Ali há uma degustação no fim, por R$ 30,00. Para as crianças se divertirem durante a visitação dos pais, tem lugar para brincar ao ar livre. Estrada Teresópolis-Friburgo, quilômetro 16, Venda Nova, ☎ 3643-6391. Sex. e sáb., das 12h às 22h; dom., das 12h às 18h.

DONA IRENE

O restaurante serve sua especialidade, comida russa, à moda dos czares pré-Revolução de 1917. Tudo é acompanhado atentamente pelo olhar dos donos. Na cozinha, destacam-se o frango à kiev e o varenique, escalopinhos de filé-mignon com tiras de cebola frita, escoltados por pastéis cozidos recheados com batata. Por um preço fixo (R$ 110,00), o cliente tem direito a um banquete que inclui frios, sopas, várias entradas, um prato principal e sobremesa. Chique também é acompanhar os pequenos shows de música clássica e de jazz, que volta e meia animam o lugar. Rua Tenente Luiz Meireles, 1800, Bom Retiro, ☎ 2742-2901. Ter. a sáb., das 12h à 0h; dom., das 12h às 18h.

Rodrigo Azevedo
(Foto: Redação Veja rio)

MANJERICÃO

O restaurante oferece variados sabores de pizza, com massa fina, que é preparada no forno a lenha. Faz sucesso a beccatta, que tem rodelas de tomate, palmito e gorgonzola (R$ 39,60). Acaba de entrar no cardápio a pizza zucchini, com rodelas de abobrinha, ricota temperada e queijo fundido (R$ 29,80). Mas, atenção, todas as pizzas são vegetarianas. Outras opções são as sopas no pão italiano e as massas, como o rondelli aos quatro queijos (R$ 33,00) e a lasanha de berinjela (R$ 33,00). A casa fica perto da feira de roupas e artesanato e conta com área de brinquedos para crianças. Rua Flávio Bortoluzzi de Souza, 314, Alto,

☎ 2642-4242. Qui., das 18h às 23h; sex., das 18h à 0h; sáb., das 12h à 0h; dom., das 12h às 23h.

MARIA TORTA

Originalmente uma confeitaria, o espaço acabou se tornando também um ponto de encontro para a happy hour na cidade. Entre as marcas de cerveja oferecidas, um dos destaques é a Therezópolis Gold (R$ 13,00), que pode ser acompanhada de petiscos como as porções de coxinha de galinha (R$ 6,60) e de bolinho de bacalhau (R$ 9,00). O lugar tem ainda uma mesa colonial, abastecida de pães, bolos, miniquiches e rocamboles. Essas delícias são cobradas por peso (R$ 33,00 o quilo). Rua Manoel Madruga, 8, loja 2, Centro, ☎ 2741-1342. Seg. a qui., das 10h às 20h; sex. e sáb., das 10h às 21h; dom., das 10h às 19h.

PARAÍSO DA SERRA

O restaurante, que é a matriz de outras duas filiais de mesmo nome, fica no meio da Serra dos Órgãos, a 900 metros de altitude, e de lá se tem uma vista impressionante. A casa se dedica à culinária mineira, oferecendo opções como frango ao molho pardo, feijão-tropeiro e rabada com agrião. O bufê livre durante a semana custa R$ 32,90 (por pessoa) e nos fins de semana e feriados sai por R$ 36,90. Estrada Rio-Teresópolis, quilômetro 90, Jardim Dedo de Deus, ☎ 2642-4111. Diariamente, das 11h às 16h30.

PIEMONTE

O pequeno e aconchegante bistrô originalmente era uma adega, o que garante uma extensa carta de vinhos, com 300 rótulos. O cardápio não tem muita variação, mas a comida é de qualidade. Destaques para o risoto de camarão com alho-poró e manteiga de coral (R$ 55,00) e para o fettuccine com lascas de filé-mignon ao molho de cogumelos e trufas (R$ 45,00). Para a sobremesa, uma das opções é o tiramisu (R$ 18,00). Avenida Oliveira Botellho, 499, loja 1, ☎ 2642-2280. Sex. e sáb., das 12h às 16h e das 19h à 0h; dom., das 12h às 16h.

RECANTO DOS PESCADORES

O restaurante tem um cardápio à base de camarão, peixe, mexilhão e lula. No total, são cerca de 120 opções. Entre elas estão a caldeirada (R$ 84,99) e o bacalhau à portuguesa (R$ 79,99). Para quem não dispensa uma carne vermelha, tem picanha na pedra (R$ 85,99). A casa fica no Centro Gastronômico do Recanto, que passou por uma reforma recentemente. Está bombando. Avenida Feliciano Sodré, 221, Centro,

☎ 2742-9988. Seg. a qui., das 11h à 0h; sex. e sáb., das 11h à 1h; dom., das 11h às 23h.

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

SANCHO PANZA

Este bar temático de comida mexicana anima a Serra nos fins de semana, especialmente quando tem música ao vivo. Destaque no cardápio para o taco shell, com salsa mexicana e guacamole (R$ 25,70). Outra delícia é o filé de frango em tiras temperado à milanesa, acompanhado de molho barbecue e molho sour cream (R$ 25,90). Uma sugestão de drinque é o tequila sunrise (R$ 11,50). Avenida Oliveira Botelho, 76, Alto, ☎ 2642-6760. Dom. a qui., a partir das 20h; sex. e sáb. a partir das 18h.

TABERNA ALPINA

O restaurante virou sinônimo de tradição na Serra e já foi até tombado pelo patrimônio histórico, em 1993. Com quase sessenta anos de idade, a casa traz o melhor da culinária alemã, sem invencionices. Boas opções são o kassler, carré de porco salmourado e semidefumado (R$ 48,00), e o eisbein, joelho de porco à pururuca ou cozido (que também custa R$ 48,00), ambos servidos com chucrute, purê de ervilha e batata cozida. Tem também o salsichão com salada de maionese (R$ 26,00). Como sobremesa, experimente a fatia de torta alemã (R$ 5,00). Rua Duque de Caxias, 131, Várzea, ☎ 2742-0123. Ter. a qui. e dom., das 8h às 22h; sex. e sáb., das 8 à 0h.

TEMPERO COM ARTE

O restaurante, que está há 23 anos no mercado, oferece como entrada uma digníssima bruschetta de Parma (R$ 28,50). Como prato principal, algumas opções são o risoto de brie com Parma (R$ 46,20), o coelho ao vinho branco (R$ 91,25) e o filé à parmigiana (R$ 95,20). Tudo pode ser acompanhado por um bom vinho, indicado pelo sommelier Samuel Lima, que costuma acertar a dica de harmonização. Rua Prefeito Sebastião Teixeira, 262, Tijuca,

☎ 2742-1299. Seg. a sex., das 11h30 às 16h e das 18h30 à 0h; sáb. e dom., das 11h30 até o último cliente.

Fonte: VEJA RIO