ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Roteiro de peças de teatro e outras atividades infantis no Rio de Janeiro

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

CINEMA

✪✪✪✪ PIRATAS PIRADOS! Cópias dubladas e em 3D.

✪✪✪ MADAGASCAR 3. Cópias dubladas, legendadas e em 3D.

ESPECIAL

ATELIÊ DAS IDEIAS. No Humaitá, a escola de culinária oferece cursos para todo mundo, pequenos inclusive. Até o fim do mês, a garotada vai aprender mais sobre receitas típicas de festas juninas. Nesta semana, a lição é sobre biscoito de amendoim. Na quarta (13), a oficina é voltada para adolescentes de 12 a 17 anos. Na sexta (15), a vez é das crianças de 3 a 11 anos. O limite máximo é de oito alunos por turma. Ateliê das Ideias. Rua Viúva Lacerda, 95, Humaitá, ☎ 2535-6181 e 7862-7810. Quarta (13), 18h (12 a 17 anos). Sexta (15), 9h30, 13h45 e 15h15 (3 a 11 anos). R$ 65,00. www.ateliedasideias.com.br.

CIRCO STANKOWICH. Fundado por Pedro Stankowich, romeno que trocou sua terra natal pelo Brasil durante a I Guerra Mundial, o circo volta a montar a lona no Rio após mais de trinta anos. Ao longo de duas horas, o público acompanha 22 números clássicos, com malabarismo, acrobacia, monociclo, ilusionismo, globo da morte e palhaços, entre outras atrações. Circo Stankowich (900 lugares). Avenida das Américas, 9650, Barra (em frente à casa de shows Ribalta). Informações, ☎ 6746-8086 e 7983-1590. Terça a sexta, 20h30; sábado e feriados, 15h30, 18h e 20h30; domingo, 10h30, 15h30, 18h e 20h30. R$ 40,00 (cadeira lateral) a R$ 300,00 (camarote com quatro lugares). Grátis para menores de 3 anos. Crianças de 3 a 10 anos pagam meia-entrada nas cadeiras. Até dia 24.

TEATRO DE ANIMAÇÃO ? OS BONECOS PEDEM PASSAGEM. O grupo Bonecos em Ação é responsável pelo projeto de ocupação do Teatro Duse, em Santa Teresa, até agosto, com atividades dedicadas a todas as faixas etárias. Para as crianças, no sábado (16) e no domingo (17), às 11h, tem sessão do espetáculo O Fantástico Circo dos Bonecos Brincantes, com o grupo Bonecos Contadores de Histórias. Teatro Duse (100 lugares). Rua Hermenegildo de Barros, 161, Santa Teresa, ☎ 3233-1306. Sábado (16) e domingo (17), 11h. Grátis.

TURMA DA MÔNICA NO MUNDO DO CIRCO. Com a chancela oficial dos Estúdios Mauricio de Sousa, o espetáculo reúne a turma dos quadrinhos em torno de números circenses. Cascão é o equilibrista, Magali vira uma engolidora de sorvetes, Cebolinha faz as vezes de malabarista e Mônica aparece em duas cenas: como mulher barbada e como mágica. O elefante verde Jotalhão é o mestre de cerimônias. Além dos personagens, profissionais do circo ocupam o picadeiro. A direção é de Mauro Sousa, filho de Mauricio. Estacionamento do Recreio Shopping (700 lugares). Avenida das Américas, 19019, Recreio, ☎ 3228-8001. Quarta a sexta, 20h; sábado e domingo, 15h, 17h30 e 20h. R$ 60,00. Bilheteria: 10h/18h (ter.); a partir das 10h (qua. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Até 1º de julho.

TEATRO

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação ? no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente, no entanto, é o longa de animação Alad­din (1991), dos estúdios Disney. Mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas especialmente para o musical, e não versões para os temas da Disney, todas defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas. Direção do autor e de Carlos Arthur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 28 de outubro.

A BELA ADORMECIDA, adaptação de Luís Fernando Bruno. A versão da Disney para a história clássica dos irmãos Grimm, lançada em 1959 nos cinemas, é transposta para os palcos. Como no desenho, a princesa Aurora (Flávia Alvim) é amaldiçoada pela bruxa Malévola (Erika Thomas) e, ao espetar o dedo em uma roca, cai em sono profundo. Três fadas madrinhas descobrem que o feitiço pode ser quebrado por um beijo ? aí entra o príncipe Felipe (Jean Pontes), rapaz apaixonado por Aurora e, por ela, disposto a enfrentar a bruxa. Direção do adaptador (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 7/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 16h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 26 de agosto.

A BORRALHONA, de Lilian Moraes. A própria autora estrela o espetáculo, baseado em Cinderela, de Charles Perrault, e no conto popular O Santo Casamenteiro, de autoria desconhecida. Aqui, a palhaça Currupita vive lavando, passando e cozinhando, mas está ansiosa para arranjar um marido. Um dia, desesperada, ela resolve partir para a ação. Atenção: como acontece ao ar livre, a sessão será cancelada em caso de chuva. Direção de Richard Riguetti (60min). Rec. a partir de 5 anos. Largo do Machado, ? Largo do Machado. Sexta (15), 18h. Grátis. Informações, ☎ 2556-6203.

✪✪✪ GALINHA PINTADINHA, O MUSICAL, de Marcos Luporini e Juliano Prado. Os autores são também os criadores da animação Galinha Pintadinha, postada no YouTube no fim de 2006. Seis meses e meio milhão de visua­lizações depois, o vídeo começou a se desdobrar em uma bem-sucedida série de DVDs, com desenhos embalados por canções infantis. Nesta esmerada produção, os personagens ganham vida interpretados por atores fantasiados. Ao longo de doze números cantados ao vivo, sobem ao palco figuras conhecidas das crianças, como o Galo Carijó, a Baratinha e sua banda de rock, as Borboletinhas cozinheiras e, claro, a Galinha Pintadinha. Direção de Ernesto Piccolo (45min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 15h e 17h. R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 1º de julho.

HISTÓRIAS DE JILÚ, adaptação de Rodrigo de Roure. Baseado em um conto de José Flávio Pessoa de Barros (1943-2011), autor de vários livros sobre religiosidade africana, o espetáculo propõe uma viagem àquele continente através de sua mitologia. Jilú (Ana Carbatti) é uma contadora de histórias ? um griô, na tradição da África o responsável pela transmissão do conhecimento e da cultura por meio da palavra. Ela é a zeladora do quintal onde fica a árvore sagrada Iroko, que, de acordo com as lendas afro-brasileiras, foi a primeira a surgir no mundo. Outros três atores completam o elenco, dedicado a narrativas envolvendo figuras como Ogum, deus da guerra, do ferro e do fogo. Direção de Renato Carrera (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 9/6/2012. Teatro Glauce Rocha (202 lugares). Avenida Rio Branco, 179, Centro, ☎ 2220-0259, ? Carioca. Sábado e domingo, 15h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 29 de julho.

✪✪✪ HISTÓRIAS QUE O ECO CANTA, de Ilo Krugli. Presença rara em palcos cariocas, o autor e diretor de 81 anos, um dos nomes mais importantes do teatro infantil no país, dirigiu esta montagem da Cia. Escaramucha de Teatro, encenada na cidade em março. A peça, de 1994, pertence ao repertório do Ventoforte, grupo que tem Krugli entre seus fundadores. De volta ao circuito, o espetáculo tem apenas uma mudança no elenco ? mantém assim praticamente intacta a encenação. Embalados pela trilha sonora de Caique Botkay, outro criador do Ventoforte, nove bons atores encarnam papéis variados, além de cantar e tocar instrumentos ao vivo. Os figurinos simples, de tom cru, vão ganhando adereços que contribuem para o desenvolvimento da narrativa. São apresentados três contos do escritor Oscar Wilde: O Aniversário da Infanta, O Rouxinol e a Rosa e O Gigante Egoísta. Contrariando a máxima das fábulas infantis, nenhuma das histórias tem final feliz. E não há, necessariamente, nada de melancólico nisso. Direção do autor (70min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 9/6/2012. Teatro Ziembinski (132 lugares). Rua Heitor Beltrão, s/nº, Tijuca, ☎ 2254-5399. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 15 de julho.

HUMANIMAL, de Anne Westphal, Juliana Coutinho e Paula Preiss. Humanos e animais se fundem neste espetáculo sem falas da companhia Circo da Silva. Apenas duas atrizes estão em cena: Ana Góes e Paula Preiss, esta uma das autoras e diretora da peça. Música (do grupo Songoro Cosongo), dança, artes do picadeiro e teatro físico integram a montagem, voltada para uma plateia de crianças de até 7 anos, incluindo bebês. A ideia é estimular a percepção e os sentidos desse público (50min). Livre. Reestreou em 2/6/2012. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). Até dia 24.

✪✪✪✪ MACUNAÍMA ? UMA HISTÓRIA DE AMOR, adaptação de Marília Monteiro. O livro mais conhecido de Mário de Andrade (1893-1945) inspira esta corajosa montagem comandada por uma experiente profissional do teatro infantil: a diretora Lucia Coelho. Contrabalançando o texto às vezes difícil, a encenação é inventiva e lúdica. O elenco, formado por oito bons atores do grupo Navegando, embarca com gosto na proposta quase antropofágica do espetáculo, que mistura teatro convencional com técnicas de sombras e bonecos, tudo embalado por música cantada e tocada ao vivo. Raphael Logam vive Macunaíma, o índio negro que sai de sua tribo, no norte do país, em direção a São Paulo. No caminho, o personagem se apaixona pela indígena Ci (Iza Lanza). Na ficha técnica de peso aparecem Caíque Botkay (direção musical e composições), Jorginho de Carvalho (iluminação), Cica Modesto (cenografia) e Cláudio Tovar (figurinos). Direção de Lucia Coelho (70min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 12/5/2012. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (R$ 4,00 a hora). Até dia 24.

✪✪✪✪ MAROQUINHAS FRU-FRU, de Maria Clara Machado. A peça foi encenada pela primeira vez em 1961, em comemoração dos dez anos do Tablado, escola de teatro criada por Maria Clara (1921-2001). Agora, volta à cena em divertida montagem. Na trama, fiel ao texto original, a bela Maroquinhas (Diana Herzog, encantadora) vence um concurso de melhor bolo da cidade. Ela ganha, como prêmio, um colar de pérolas, provocando a inveja das concorrentes. Em meio a várias intrigas, a joia acaba sendo roubada, o que transforma as cozinheiras derrotadas em suspeitas. A produção é bem cuidada, dos cenários aos figurinos, tudo valorizado pela luz de Jorginho de Carvalho. Sob a batuta de Lavigne, que durante anos dirigiu o programa televisivo Casseta & Planeta, o elenco mostra entrosamento e tempo de humor. Os destaques individuais são Fernando Melvin, no papel do guarda Damião, que não esconde seu amor por Maroquinhas, e Catarina Abdalla, impagável como Dona Bolandina, uma das concorrentes do concurso. Direção de José Lavigne (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 12/5/2012. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 1º de julho.

NA COLA DO SAPATEADO, de Gisela Saldanha, Mabel Tude, Maria Dulce Saldanha e Tânia Nardini. Sucesso desde a estreia, em 1987, a peça conta a história de sete alunas que, diante da ameaça de uma prova-surpresa, bolam um plano. Como apenas uma delas, Evelyn (Maria Dulce Saldanha), domina a matéria, a turma resolve tentar colar com um código desenvolvido através de passos de sapateado ? no palco, embalados por gêneros como samba, frevo e choro. O problema é que Evelyn, americana, precisa aprender os ritmos para passar a cola. Direção de Tânia Nardini e Tony Nardini (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 5/4/2012. Teatro Fashion Mall ? Sala 1 (470 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado e domingo, 16h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até dia 24.

✪✪✪ O PATINHO FEIO, adaptação de Maria Clara Machado. Ao longo do segundo semestre de 2011, a montagem da versão do clássico de Hans Christian Andersen teve casa cheia em dois teatros cariocas. No fim de abril, reestreou no Teatro Gláucio Gill, repetindo o sucesso que a credenciou para uma nova temporada. Substituindo George Sauma, ator principal no ano passado, Eduardo Rios mantém o bom desempenho. Rios, como seu antecessor, é egresso do Tablado, escola fundada por Maria Clara Machado (1921-2001), autora da adaptação. A bela trilha sonora, cantada sobre uma base pré-gravada, é do maestro John Neschling, ex-regente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Cenário e figurinos de Clivia Cohen merecem menção pelo capricho. Direção de Bernardo Jablonski (1952-2011) e Fabiana Valor (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 9/6/2012. Teatro Miguel Falabella (456 lugares). Avenida Dom Helder Câmara, 5332 (NorteShopping), Cachambi, ☎ 2595-8245. Sábado e domingo, 16h. R$ 40,00. Bilheteria: 14h/21h (ter. a dom.). Estac. (R$ 4,50 por quatro horas). Até 5 de agosto.

✪✪✪ A PRINCESA E O SAPO, adaptação de Anderson de Oliveira. O conto dos irmãos Grimm é transportado para o sertão nordestino. Vestido de cangaceiro, Anderson de Oliveira também faz as vezes de narrador, escoltado por dois músicos. Embalado pelo som de violão e instrumentos de percussão, o elenco interpreta ao vivo sucessos regionais que parecem ter sido compostos para a encenação. Canções como Isso Aqui Tá Bom Demais (Dominguinhos e Nando Cordel) e Coração Bobo (Alceu Valença) acompanham as idas e vindas da relação entre a princesa (Talita Monteiro, muito divertida) e o sapo (Leandro Amado). O visual festivo, cheio de cores e retalhos, completa a ambientação. Direção do adaptador (60min). Rec. a partir de 4 anos. Reestreou em 12/5/2012. Teatro dos Grandes Atores ? Sala Vermelha (390 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). Até dia 24.

✪✪✪✪ O ROUXINOL E O IMPERADOR, adaptação de Denise Crispun. Apaixonada por contos de fadas desde a infância, a autora tem se dedicado a transpor vários deles para os palcos ? Sapatinhos Vermelhos, de Hans Christian Andersen, O Flautista de Hamelin, dos irmãos Grimm, e A Cigarra e a Formiga, de Jean de la Fontaine, são alguns dos clássicos já adaptados por ela. A obra de Andersen também serve de inspiração para este espetáculo, cuja história aborda a relação entre o governante da China (Heitor Martinez) e um passarinho que canta lindamente (Anna Bello). Habitantes de seu país e até estrangeiros já haviam escutado a ave, mas o imperador, mesmo com todo o seu poder e riqueza, não sabia de sua existência. Ao descobrir que o rouxinol vive em suas terras, o líder exige ouvi-lo cantar. Eduardo Andrade e Olivia Torres completam o enxuto elenco. Todos soltam a voz em músicas compostas para a montagem pelos irmãos Fael e Fabio Mondego. Direção de Beto Brown (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 3/6/2012. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, 3º andar, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 29 de julho.

Fonte: VEJA RIO