EXPOSIÇÕES

Tacita Dean

Artista exibe no Instituto Moreira Salles a sua primeira individual na América Latina

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

selmy yassuda
(Foto: Redação Veja rio)

No fim dos anos 80, a cena de Londres foi invadida por um grupo que, mais tarde, ficaria conhecido como Young British Artists. Dessa turma emergiram alguns dos gigantes da arte contemporânea, a exemplo de Damien Hirst e Tracey Emin. Outros trilharam uma carreira menos barulhenta, mas de enorme relevância. É o caso de Tacita Dean, que exibe no Instituto Moreira Salles a sua primeira individual na América Latina. Em A Medida das Coisas, ela apresenta quinze obras, a maioria no suporte pelo qual se notabilizou: filmes de 16 e 35 milímetros. Geralmente produzidos com a câmera estática, posicionada diante de cenas prosaicas, de ritmo lento, quando não repetitivo, os trabalhos sugerem uma nova experiência temporal, mais contemplativa. Na mostra, sobressai o ambiente com seis filmes estrelados pelo bailarino e coreógrafo Merce Cunningham (1919-2009). Então com 87 anos, ele interpreta uma coreografia quase sem movimento para 4?33??, composição vanguardista de John Cage (1912-1992) na qual nenhum instrumento é tocado.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 26 de janeiro.

Fonte: VEJA RIO