ROTEIRO DA SEMANA

Shows

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

ABAYOMI AFROBEAT ORQUESTRA. Criado pelo nigeriano Fela Kuti (1938-1997), o afrobeat, mistura de música eletrônica e jazz com ritmos africanos, é o fio condutor da apresentação. Em cena chamam atenção instrumentos africanos tradicionais trazidos do Senegal pelo percussionista Alexandre Garnizé. Um deles é o balafon, tido como o ancestral do xilofone. 18 anos. Gabinete (650 lugares). Rua do Senado, 53, Lapa, ☎ 2224-0822. Terça (6), 23h. R$ 30,00. Cc: todos. Cd: todos.

BÁRBARA EUGÊNIA. Carioca radicada em São Paulo, a cantora de voz meiga apresenta as músicas de Journal de Bad, disco que teve a participação de músicos do quilate dos guitarristas Fernando Catatau e Edgar Scandurra, do trompetista Guizado e do cantor e compositor Otto. Depois, os DJs da festa Pitada assumem as carrapetas. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sexta (9), 23h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

BEBADO SAMBA. Formado por Mariana Luduvice (voz), Bruno dos Santos (violão e voz), Raphael Moreira (pandeiro e voz), Luizinho Croset (cavaquinho), Felipe Miranda (sopros) e Thiaguinho Castro (percussão), o grupo de samba e choro passeia por temas representativos dos dois gêneros. 18 anos. Gabinete (650 lugares). Rua do Senado, 53, Lapa, ☎ 2224-0822. Sábado (10), 23h. R$ 20,00. Cc: todos. Cd: todos.

BEN HARPER. Na turnê de estreia, em 1990, o guitarrista americano teve a companhia do lendário guitarrista de blues Taj Mahal. Dois anos depois, lançou o primeiro disco-solo (Pleasure and Pain), mas a carreira despontou mesmo em 2003, com Diamonds on the Inside. A faixa-título deste álbum e as novas de Give Till It?s Gone estão no repertório da apresentação carioca, que terá a participação de Vanessa da Mata no hit Boa Sorte/Good Luck. Abertura com a banda Tono. 16 anos. HSBC Arena (12?000 lugares). Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401, Jacarepaguá, ☎ 3035-5200. Sábado (10), 22h. R$ 180,00 (pista comum) a R$ 350,00 (pista premier e camarote). Cc: todos. Bilheteria: 11h/19h (ter. a sex.); a partir das 11h (sáb.). Estac. (R$ 15,00). www.hsbcarena.com.br.

BONDESOM. Som instrumental e dançante. Essa é a proposta do sexteto formado por Gabriel Guenther (bateria), Matias Zibecchi (percussão), Pedro Mangia (baixo), Lucas Reis (teclado), André Poyart (guitarra) e Yuri Villar (saxofone). No programa, músicas do disco de estreia e do projeto Cinebonde, dedicado a releituras de clássicos do cinema. Ao vivo, eles também antecipam faixas do próximo trabalho de estúdio, em fase de mixagem. 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (300 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Domingo (11), 20h30. R$ 1,00.

DELIA FISCHER. Depois de mais de uma década dedicada a musicais, a cantora e pianista volta a investir na carreira-solo. Em 2009, lançou Presente e, neste ano, Saudações Egberto, tributo ao ídolo, o multi-instrumentista Egberto Gismonti. O trabalho é um recorte da produção do homenageado nas décadas de 70 e 80. Delia apresenta-se à frente de um trio. Livre. Centro Cultural da Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Sexta (9), 19h. R$ 30,00. → www.ccjf.tfr2.gov.br.

DOMINGUINHOS DO ESTÁCIO. O nome artístico é uma referência ao bairro e não à escola de samba. Desde 2010, o cantor é intérprete oficial da Imperatriz Leopoldinense. Na próxima edição do projeto Botequim da Rua Larga, Dominguinhos apresenta sambas-enredo que marcaram sua carreira e outros sucessos. Livre. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Sexta (9), 18h30. R$ 5,00.

ED MOTTA. Próxima atração do Circuito Instrumental Brasil, o cantor, compositor e pianista envereda pelo repertório dos CDs Aystelum (2005) e Dwitza (2002) na companhia de Paulinho Guitarra. A renda será revertida para a Sociedade Viva Cazuza. Livre. Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163, ? Cinelândia. Terça (6), 19h. R$ 10,00. Bilheteria a partir das 12h (ter.).

FABIANA COZZA. Depois de uma participação no espetáculo de Dona Ivone Lara, a sambista paulistana de voz potente volta à cidade para lançar seu terceiro disco. Produzido por Paulão 7 Cordas, que toca violão no lançamento, o trabalho traz composições de craques do porte de Nei Lopes, Wanderley Monteiro e Wilson das Neves. Entre os poucos conterrâneos incluídos na seleção estão Carlinhos Vergueiro e o novato Kiko Dinucci. Alessandro Cardozo (cavaquinho), André Santos (baixo), Douglas Alonso (percussão) e Edinho Sant?Anna (teclado) completam a formação. Com participação do pianista Gilson Peranzzetta, do clarinetista Nailor Proveta e do cantor Oswaldo dos Santos, pai de Fabiana. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Quarta (7), 21h. R$ 20,00. www.solardebotafogo.com.br.

FESTIVAL NOVAS FREQUÊNCIAS. Dominada por DJs de forte apelo comercial, a cena eletrônica também tem seu reduto alternativo. Este evento, com curadoria de Chico Dub, traz atrações pouco convencionais, que têm como característica comum o som, digamos, diferente. O estilo mais palatável do festival é o do DJ americano Seth Haley, que apresenta no sábado (10) o instigante projeto de synth-pop batizado Com Truise. As outras atrações estrangeiras são o guitarrista, conterrâneo de Haley, Cameron Stallones, na quarta (7), com as viagens psicodélicas do projeto Sun Araw; o produtor mexicano Fernando Corona, que desde a saída do grupo Nortec Colective adotou a alcunha Murcof, e, na quinta (8), mergulha num dubstep de pegada minimalista; e o DJ inglês Andy Scott, convidado da sexta (9), responsável por um tecno soturno de batidas lentas e melancólicas. No domingo (11), é a vez de o mineiro Zé do Rolê apresentar o projeto Psilosamples, com músicas criadas a partir de samples de trechos de canções de Maria Gadú e da abertura do Jornal Nacional, além do brasiliense Lucas Febraro, mais conhecido como Pazes, fera do dubstep. 14 anos. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. Quarta (7) a domingo (11), 21h. R$ 15,00. www.oifuturo.org.br.

GILBERTO GIL. Aclamado por onde passou em turnê europeia e americana, o espetáculo BandaDois volta à cidade. Ao lado do filho, o violonista Bem, Gilberto Gil relembra grandes sucessos da carreira no formato voz e violão. Da safra mais recente há duas canções inspiradas pela família: Das Duas, Uma, composta especialmente para o casamento de sua filha Maria, e Quatro Coisas, feita para sua mulher, Flora. A apresentação marca o lançamento do acervo digital do cantor, com mais de 30?000 registros. Livre. Espaço Tom Jobim (500 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Quarta (7), 20h30. R$ 80,00. Bilheteria: 14h/18h (ter.); a partir das 14h (qua.). IC →

ILANA VOLCOV. De Guinga e Paulo César Pinheiro, Procissão da Padroeira foi uma das indicadas ao Prêmio da Música Brasileira 2011 na categoria melhor canção e é uma das faixas do disco de estreia da cantora de voz miúda. Benguê, o CD, traz ainda composições de Caetano Veloso, Paulinho da Viola e Capiba, em versões com toque de jazz. Ilana apresenta-se na companhia de Michi Ruzitschka (violões), Daniel Amorin (contrabaixo) e Pedro Ito (bateria). 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Terça (6), 21h30. R$ 40,00. www.solardebotafogo.com.br.

INDIANA NOMMA. Nascida em Honduras e radicada no Rio, a cantora empresta a voz aveludada a canções imortalizadas pela argentina Mercedes Sosa (1935-2009). Livre. Centro Cultural da Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550,

? Cinelândia. Quarta (7), 19h. R$ 30,00. → www.ccjf.tfr2.gov.br.

IVAN LINS. Vitoriosa, Madalena, Novo Tempo e Abre Alas são alguns dos clássicos que o cantor e tecladista apresenta nesta noite intimista. Outro tecladista (Marco Brito) e um percussionista (Marco Lobo) completam a formação. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (6), 21h30. R$ 80,00. www.studiorj.org.

LUIZ CLAUDIO RAMOS E FRANKLIN DA FLAUTA. Diretor musical dos discos e shows de Chico Buarque há 22 anos, o violonista Luiz Claudio Ramos encontra o flautista para lançar Dois Irmãos, disco de choro, valsa, jazz e bossa nova compostos pela dupla. No lançamento, também tocarão algumas de Aldir Blanc, Tom Jobim, Johnny Alf e do próprio Chico. Participação do violonista Yamandu Costa. Livre. Espaço Tom Jobim (500 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Sexta (9), 20h. R$ 40,00. Bilheteria: 14h/18h (ter. a qui.); a partir das 14h (sex.). IC →

MAGLORE. Revelação da cena independente baiana, o quarteto mistura influências de MPB e rock no disco Veroz. A banda é formada por Teago Oliveira (voz e guitarras), Léo Brandão (teclado e guitarras), Nery Leal (baixo) e Igor Andrade (bateria). Na abertura, o trio carioca Pietros mostra canções próprias de melodias envolventes. 18 anos. Espaço Multifoco (250 pessoas). Avenida Mem de Sá, 126, Lapa, ☎ 2222-3034. Quinta (8), 20h. R$ 20,00.

MARIA GADÚ. Uma das maiores revelações da música brasileira nos últimos cinco anos, a cantora segue emplacando sucessos. Shimbalaiê atingiu o topo das paradas na Itália. Depois da turnê com Caetano Veloso, Gadú volta a fazer apresentação solo. Linda Rosa e Tudo Diferente estão entre as belas composições da moça. 15 anos. Citibank Hall (3 337 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sábado (10), 22h. R$ 70,00 (mesa lateral) a R$ 140,00 (setor vip e camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. Estac. (R$ 5,00). → www.citibankhall.com.br.

MAURICIO EINHORN. Compositor e exímio gaitista com mais de seis décadas de carreira, o carioca Einhorn volta aos palcos depois de um ano e meio. Escoltado por Alberto Chimeli (piano), Idriss Boudrioua (sax), Zé Luiz Maia (baixo) e Zazá Desidério (bateria), o músico costuma incluir composições próprias e de Waldir Azevedo, Altamiro Carrilho e Cole Porter nas apresentações ao vivo. Livre. Sala Baden Powell (508 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana, ☎ 2255-1067, ? Cardeal Arcoverde. Quinta (8), 20h. R$ 30,00. blogdabaden.blogspot.com.

MÔNICA SALMASO. Interpretações seguras e voz grave fizeram da cantora uma das intérpretes mais aclamadas da atualidade. Escoltada por Teco Cardoso (sopros) e Nelson Ayres (piano), Mônica lança Alma Lírica Brasileira, com obras de Heitor Villa-Lobos (Melodia Sentimental), Tom Jobim e Vinicius de Moraes (Derradeira Primavera) e J. Cascata e Leonel Azevedo (Lábios que Beijei). As três constam do programa, ao lado de sucessos de carreira. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sexta (9) e sábado (10), 19h30. R$ 60,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex. e sáb.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

MULHERES DE CHICO. Revelação do Carnaval de 2008, o grupo reúne apenas integrantes femininas, a maior parte delas na percussão, em torno da obra do compositor Chico Buarque. Em Baioque, Deixa a Menina e Não Sonho Mais, elas dividem o palco com o cantor Marcos Sacramento. 18 anos. Bar do Tom (300 lugares). Rua Adalberto Ferreira, 32, Leblon, ☎ 2274-4022. → Sábado (10), 22h. R$ 60,00 (setores par e ímpar) a R$ 80,00 (setor palco). Bilheteria: 9h/22h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Cd: todos. Estac. c/manobr. www.plataforma.com.

NALDO. A guinada do funkeiro rumo ao pop inclui produção mais esmerada ? ele agora divide as atenções com figurinos, lâmpadas de LED e dançarinos que "voam". Além dos antigos sucessos Me Chama que Eu Vou, Tá Surdo e Rebola, Naldo mostra Meu Corpo Quer Você, com participação da cantora Preta Gil. 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sábado (10), 23h. Mulheres: R$ 70,00. Homens: R$ 80,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

NANDO REIS. Divertido projeto do ex-Titãs, Bailão do Ruivão reúne canções de grande apelo popular que, nos últimos dez anos, figuraram no bis de suas apresentações. Em um medley, Fogo e Paixão, de Wando, é emendada a My Pledge of Love, clássico sessentista do Joe Jeffrey Group, e a Frevo Mulher, de Zé Ramalho. Outros momentos empolgantes de Nando e banda são garantidos por Muito Estranho (Dalto) e Whisky a Go-Go (Paulo Massadas e Michael Sullivan). Dos Titãs, ele lembra Bichos Escrotos. Para completar o clima de baile, a banda Suricato abre a noite e a Orquestra Voadora encerra os trabalhos. 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sexta (9), 23h. R$ 70,00 (2º lote) a R$ 90,00 (4º lote). Bilheteria: 15h/18h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

NEY MATOGROSSO. Exemplo de vigor físico, com 70 anos, enxutos 62 quilos em 1,70 metro de altura e muita disposição, o cantor já passou das 100 apresentações do espetáculo Beijo Bandido. Sua estreia na Lapa foi um sucesso, apesar do formato mais intimista. De volta ao palco do Circo, ele delicia o público com interpretações arrebatadoras de compositores da nova geração e pérolas dos anos 50. Ney é acompanhado por Leandro Braga (piano), Lui Coimbra (cello e violão), Alexandre Casado (violino e bandolim) e Felipe Roseno (percussão). 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sexta (9), 23h59. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

NINA BECKER E DANI BLACK. Revelada pela Orquestra Imperial, a cantora Nina Becker apresenta as faixas dos discos Azul e Vermelho, que marcaram a estreia de sua carreira-solo. A outra atração da noite é o filho de Tetê Spindola, de quem herdou o talento vocal. Algumas composições suas tornaram-se conhecidas na voz de Maria Gadú, a exemplo de Só Sorriso e Aurora. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quinta (8), 23h. R$ 40,00. www.studiorj.org.

PAULINHO GUITARRA. Fiel escudeiro do cantor, compositor e pianista Ed Motta, Paulinho sobe ao palco com Juliano Cândido (baixo) e Roberto Alemão (bateria) para testar temas de seu próximo disco, Romantic Lovers. Um dos pontos altos do show é a versão funkeada de These Boots Are Made for Walking, eternizada na voz de Nancy Sinatra. 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Sábado (10), 21h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

RITA RIBEIRO. A cantora maranhense volta ao palco da Cinelândia para mostrar sua saborosa mistura de ritmos eletrônicos com ponto de macumba e outros ritmos afro. Livre. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Quarta (7), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

ROBERTO CARLOS. Só um cantor com a popularidade do Rei levaria 1?500 brasileiros a Jerusalém para assistir ao concerto único realizado aos pés da muralha da cidade antiga. Com ingressos esgotados, ele faz suas duas primeiras apresentações depois do retorno ao Rio. Roberto Carlos leva os fãs à comoção com Emoções, Detalhes e outros sucessos. 15 anos. Citibank Hall (3?337 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Quinta (8), 21h30; sexta (9), 22h. Estac. (R$ 5,00). → www.citibankhall.com.br.

SCOTT FEINER. Em sua primeira visita ao país em 1999, o então guitarrista nova-iorquino que na infância sonhava em ser baterista se encantou pelo pandeiro. Não teve jeito. Abandonou as cordas da guitarra para desenvolver interessante trabalho de inclusão do instrumento de percussão em formações jazzísticas. Dessa vez na companhia de Rafael Vernet (piano), Jessé Sadoc (trompete), Josué Lopes (saxofone) e Alberto Continentino (baixo), Feiner apresenta o repertório de seus três discos, entre eles Accents, lançado este ano. 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (300 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Sexta (9), 20h30. R$ 30,00.

SIMONE MAZZER. Quem assistiu aos espetáculos da Armazém Companhia de Teatro vai se lembrar da talentosa atriz que eventualmente soltava a voz em cena. Após dezoito anos, Simone voltou a se dedicar apenas à música, atividade que a lançou na cena paranaense no fim da década de 80. Ela sobe ao palco escoltada por Marco Antonio Scolari (piano), Eduardo Borato (bateria) e André Bedurê (contrabaixo). O tom dramático, influenciado pelas canções de rádio das décadas de 40 e 50, confere novos contornos a temas de Sting, Björk, Assis Valente e Paulinho Moska. 16 anos. Teatro Glauce Rocha (278 lugares). Avenida Rio Branco, 179, Centro, ☎ 2220-0259, ? Carioca. Quarta (7), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (qua.).

TRIO MADEIRA BRASIL. Depois da turnê do premiado Quando o Canto É Reza, parceria com a cantora Roberta Sá, os violonistas Marcello Gonçalves e Zé Paulo Becker e Ronaldo do Bandolim voltam a apresentar o repertório de choros que marca a carreira do virtuoso trio. Livre. Sala Funarte Sidney Miller (125 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo, Centro, ☎ 2279-8104, ? Cinelândia. Quinta (8), 18h30. R$ 10,00.

ZÉ RICARDO. Recém-chegado de turnê por Portugal, o cantor, compositor e guitarrista apresenta o repertório de Vários em Um, disco que inclui parcerias com o guitarrista Davi Moraes (Arranhar o Céu), Edu Krieger (Encanto de Fada) e Gabriel Moura (Me Deixa). Ele sobe ao palco à frente de banda integrada por Marcelo Linhares (baixo), Wallace Santos (bateria), Maurício Piassarollo (teclados), Cláudio Costa (guitarra) e Kabé (percussão). 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quarta (7), 22h.

R$ 40,00. www.studiorj.org.

EM CARTAZ

RÔMULO GOMES TRIO. Ao lado do tecladista Adriano Souza e do baterista Carlos César, o contrabaixista é a atração da série Bossas da Primavera. No repertório entram Milton Nascimento, Tom Jobim, Carlos Lyra, Baden Powell, Dorival Caymmi e Vinicius de Moraes. Livre. Quiosque do CCBB. Avenida Atlântica, quiosque 17 (na altura da Rua Siqueira Campos), Copacabana, ? Siqueira Campos. Sábado (10), 18h. Grátis.

Fonte: VEJA RIO