DIVERSÃO

O sertanejo invade a praia

Um roteiro pelos points que abraçaram o gênero do interior, em alta nas boates cariocas desde 2009. Veja onde curtir noites temáticas, shows e até os blocos de carnaval no ritmo da viola e do acordeon

Por: Louise Peres - Atualizado em

sertanejo4.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Tem muito carioca trocando a roda de samba e o baile funk pelos embalos do estilo musical que, após tomar conta o Brasil, ganhou alcance mundial na voz de Michel Teló, com ?Ai Se Eu Te Pego?. O provável hit deste verão marca o momento em que a onda do sertanejo, que chegou em 2009 à cidade, ganha novo fôlego. Há três anos, a sensação era Victor e Leo. Em 2010, Luan Santana grudou na cabeça de todo mundo com o ?Meteoro da Paixão?. Hoje, além de Teló, o tchetchererê de Gusttavo Lima e outros hits sertanejos colocam a galera para dançar. Se antes o carioca torcia o nariz para o gênero, nos últimos dois anos o som do acordeon e das cordas do violão ganhou cada vez mais espaço nas grandes casas de shows, em boates onde funk, hip hop e música eletrônica reinam e até na agenda de blocos de rua do carnaval do Rio. ?É muito bom ver esse novo cenário, que surgiu em função de uma quebra de preconceitos que o carioca tinha e da renovação que o estilo teve nos últimos anos?, afirma Marcelo Vital, que produz duas festas e dois blocos de carnaval dedicados ao sertanejo no Rio.

Se você curte o som do interior e quer entrar nessa onda que invadiu nossa praia, confira o roteiro abaixo e se jogue!

SHOWS

Há tempos novos nomes da cena sertaneja batem ponto por aqui e lotam grandes casas de espetáculos com tanta facilidade quanto artistas como Zezé di Camargo & Luciano e Daniel. Desde 2009, já passaram pelo Citibank Hall, Victor e Leo, Bruno e Marrone, Cesar Menotti e Fabiano e o ídolo teen Luan Santana, que retorna à casa para dois shows, nos dias 2 e 3 de março. Michel Teló, o último fenômeno do sertanejo, vem à cidade pela primeira vez após o estouro no exterior nesta sexta (27), para se apresentar no Pier Mauá. Antes de partir em turnê pela Europa, o paranaense volta ao Rio no dia 7 de fevereiro para um show no Barra Music, casa recém-aberta na Zona Oeste que virou point dos jogadores de futebol.

sertanejo2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Michel Teló

Abertura do MC Buchecha. 18 anos. Armazém 3 do Pier Mauá. Avenida Rodrigues Alves, 10, Centro. Informações, ☎ 9281-6801. Sexta (27), 23h. Mulheres: R$ 90,00. Homens: R$ 130,00. Ingressos à venda nas lojas Banco de Areia (shoppings Rio Sul e Leblon) e South (shoppings Tijuca, Ilha Plaza, Botafogo Praia Shopping e BarraShopping). www.ingressocerto.com.

Barra Music www.barramusic.art.br

O encerramento do Verão 2012 Barra Music traz Michel Teló. Avenida Ayrton Senna, 5.850, Barra da Tijuca, tel. 3303-1000. Terça (07), 0h. Pista Premium: R$ 50,00. Pista comum: R$ 30,00. Camarote VIP - Nível 1: R$ 700,00. Camarote Super VIP ? Nível 2: R$ 800,00. Ingressos pelo site www.ingressorapido.com.br ou nos postos oficiais de venda.

Citibank Hall www.citibankhall.com.br

Nos dias 3 e 4 de março, a casa recebe Luan Santana. Pré-venda exclusiva de clientes Citibank, Credicard e Diners na bilheteria da casa de espetáculos, pela internet (www.ticketsforfun.com.br), pelo telefone 4003-5588 e nos demais pontos de vendas do país. O público em geral poderá adquirir os ingressos a partir do dia 06 de fevereiro. Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300?7896846 (9h/12h).

NOITES TEMÁTICAS

sertanejo8.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Foi justamente uma boate onde funk, hip hop, música eletrônica dominavam as pistas a primeira a receber um projeto dedicado ao gênero interiorano em pleno Rio. Em 2009, o produtor Marcelo Vital viajava a trabalho pelo país e se surpreendia ao ver que, em várias cidades que visitava, o sertanejo era um estilo bem sucedido e aceito. ?Em todo lugar existia balada sertaneja. Era uma coisa cultural de cada região, mas que bombava, e pensei que poderia dar certo no Rio também?, diz ele. Após uma viagem a Ribeirão Preto, onde a viola e o acordeon ganhavam a preferência dos jovens num momento em que house e trance eram a moda, ele criou coragem para por a ideia em prática. ?Já gostava do gênero, então mesmo sem experiência alguma resolvi produzir nosso primeiro evento em abril daquele ano?, lembra. Foi o nascimento da Quintaneja no Zero Vinte Um, na época, um bar na Barra. A primeira edição reuniu 150 pessoas. Outras quatro festas depois, o público já somava 500 pagantes em um estabelecimento que comportava apenas 400. O jeito foi mudar de casa. ?Fomos para a Nuth, que daria mais estrutura para a festa crescer de acordo com o número de pessoas que passaram também a curtir o sertanejo?, explica.

Há dois anos no local, a noite Moda Sertaneja chega a atrair 1200 pessoas, quando a capacidade da casa é de 900. ?As pessoas ficam na fila, esperando outros sairem, para só então entrar?, conta Vital. O sucesso da festa fez com que ele e os sócios levassem o evento para a Zona Sul, buscando atender um público maior. Há dois anos, a Melt também sedia a Quartaneja, que recebe tanto novas caras do sertanejo, como Gusttavo Lima, quanto veteranos, como Leonardo.

Casas tipicamente cariocas, que têm outros ritmos como carro-chefe, como o Lapa 40° Sinuca e Gafieira, também abriram suas portas para a onda sertaneja. Toda quinta, o samba sai de cena e as canções românticas e cheias de bom humor ganham os salões do empreendimento de Carlinhos de Jesus. O resultado da noite Sertanejo 40°. tem sido positivo. ?Mesmo quando abro um show da Margareth Menezes, por exemplo, a rejeição do público hoje é bem menor comparada a uns anos atrás. Depois de umas duas músicas, as pessoas param para ouvir e curtem nosso som?, conta o cantor João Gabriel, que se apresenta quinzenalmente no Lapa. Com a popularização do estilo na cidade, ele, que é daqui e está na estrada há 18 anos, acredita que cada vez mais pessoas vão gostar de sertanejo. ?É um ritmo animado, contagiante, que levanta e conquista as pessoas?, diz ele.

sertanejo1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Lapa 40° Sinuca e Gafieira www.lapa40graus.com.br

Às quinta, rola o Sertanejo 40°, com shows ao vivo. Rua Riachuelo, 97, Lapa, tel. 3970-1329. 22h. Mulheres R$ 20,00; Homens R$ 30,00. Próximas atrações: Fabiano & Bonatto (dia 2); Luiz Gustavo & Alessandro (dia 9); Charles & Juliano (dia 16); João Gabriel (dia 18, sábado especial de Carnaval, e dia 23).

Melt www.meltbar.com.br

Toda quarta é dia de Quartaneja! Rua Rita Ludolf, 4, Leblon, tel. 2249-9309. Homem: R$ 50,00 (com lista, até 23h, R$30,00. Após 23h, R$ 35,00). Mulher: R$ 25,00 (com lista, até 23h, VIP. Após 23h, R$ 15,00).

Nuth www.nuth.com.br

Toda quinta, festa Moda Sertaneja, com karaokê sertanejo, shows e djs. Dose dupla de cerveja e caipirinha até 23h. Avenida Armando Lombardi, 999, Barra. Informações pelo tel. 3575-6850

Zero Vinte Um Luxury www.zero21luxury.com.br

Sexta é dia de Sertanejo 021, com shows de sertanejo ao vivo e djs. Av. Armando Lombardi, 583, Barra, tel. 2491-8587. Mulher: Com lista, até 0h, VIP. Após, R$ 10,00. Homem: Com lista, até 0h, R$ 15,00 (bônus bar). Após, R$ 25,00.

Botequim Bate-Papo botequimbatepapo.blogspot.com

O bar, que fica na Cobal do Leblon, também tem sua Noite Sertaneja. Vinicio e Veriano e Fabianna Lima são as atrações. Rua Gilberto Cardoso s/n - Cobal do Leblon, tel. 2529-2110. Com nome na lista, couvert artístico: mulher R$ 10,00; homem R$ 15,00. Envie nomes para a lista para o e-mail botequimbatepapo@yahoo.com.br

BLOCOS

sertanejo3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Depois de tomar as boates, o sertanejo foi parar nas ruas e entrou no ritmo do Carnaval. Em 2010, Marcelo Vital e os demais produtores da primeira festa sertaneja do Rio criaram o bloco de carnaval Chora, me liga, que saiu pela orla do Leblon arrebanhando cerca de 20 mil pessoas. O nome veio da música homônima, da dupla João Bosco e Vinícius, canção mais executada no país em 2009. Em 2011, o bloco triplicou o número de foliões. Já prevendo esse crescimento, ainda no último carnaval o grupo organizou outro bloco, na Barra. ?Desta vez, chamamos de E Daí?, a música mais executada em 2010, da dupla Guilherme e Santiago?, justifica Vital. E pra 2012? Rola um bloco Ai, Se Eu Te Pego? ?Não, acabaram as homenagens?, riu ele. ?Vamos consolidar esses dois e tá ótimo?, finaliza. Os dois blocos estão na agenda da cidade.

E Daí?

Sábado, dia 11 de fevereiro. Avenida Lucio Costa, após a ponte Lúcio Costa.

Concentração às 10h, saída ao meio-dia.

Em seu segundo ano, o bloco sai novamente na Barra, seguindo da ponte Lúcio Costa à Praça do Ó.

sertanejo6.jpg
(Foto: Redação Veja rio)
Chora, me liga

Domingo, dia 12 de fevereiro. Aterro do Flamengo Av. Infante Dom Henrique, em frente ao Coreto Modernista. Concentração às 10h, saída ao meio-dia.

O crescimento do bloco fez com que o desfile fosse transferido do Leblon para o Aterro do Flamengo neste terceiro ano. ?Mas estamos negociando a saída do Forte de Copacabana, para seguir a tradição e mantê-lo na orla, onde ele surgiu?, explica Vital.

Fonte: VEJA RIO