Urbanismo

Ruas de grife

Conheca a origem do nome das dez vias mais valorizadas no Rio

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Com o Rio na moda, os valores de imóveis explodiram na cidade. Em certos bairros, como Leblon e Ipanema, os preços subiram 380% desde 2006 e rivalizam com cidades como Nova York e Paris. Algumas ruas são ainda mais disputadas - as chamadas ruas de grife. Com as melhores vistas e ofertas de serviços a sua volta, elas têm o metro quadrado até 53,1% mais elevado do que as vias próximas, segundo informações do Centro de Pesquisa e Análise da Informação do Sindicato da Habitação, o SECOVI Rio. A orla, é claro, lidera a lista do metro quadrado mais elevado. Conheça a seguir a origem do nome de algumas das ruas mais caras do Rio.

1 - Avenida Delfim Moreira (Leblon)

Delfim Moreira da Costa Ribeiro foi advogado e se elegeu vice-presidente da República em 1918, na chapa com Rodrigues Alves. Com a morte de Rodrigues, vítima da gripe espanhola, foi empossado presidente interino e governou o Brasil de 1918 a 1919.

2 - Avenida Vieira Souto (Ipanema)

Engenheiro que ajudou na urbanização do bairro de Ipanema, no início do século XX, Luiz Rafael Vieira Souto viveu entre 1849 e 1922. Também participou da modernização do Cais do Porto.

ruas1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

3- Avenida Epitácio Pessoa (Lagoa)

Paraibano, Epitácio Pessoa governou o Brasil entre 1919 e 1922. Sua gestão foi marcada pelo aumento do custo de vida, rebeliões militares e agitação social, assim como a chegada de ideias comunistas e anarquistas ao país.

4 - Rua Rita Ludolf (Leblon)

Mulher do engenheiro José Ludolf, que trabalhou na Empresa Industrial Leblon, no início do século XX. A empresa foi responsável pela urbanização de várias ruas do bairro.

5 - Rua Rainha Guilhermina (Leblon)

Guilhermina Helena Paulina Maria de Orange foi rainha dos Países Baixos entre 1890 e 1948. Ela ascendeu ao trono com apenas 10 anos e seu gosto por negócios fez com que acumulasse uma riqueza de cerca de US$ 1 bilhão.

6 - Rua Nascimento Silva (Ipanema)

Engenheiro da prefeitura, Carlos Augusto Nascimento Silva foi diretor da Companhia Ferro Carril do Jardim Botânico. A empresa era responsável pelas linhas de bonde na região. Inicialmente, os carros eram puxados por animais, sendo substituídos mais tarde por modelos elétricos.

7 - Rua Garcia D?Ávila (Ipanema)

Garcia de Sousa d'Ávila foi filho do primeiro governador geral do Brasil, Tomé de Souza. Ele fundou a maior sesmaria das Américas, a Casa da Torre, localizada no litoral da Bahia.

ruas2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

8- Avenida Lúcio Costa (antiga Sernambetiba)

Um dos arquitetos brasileiros mais conhecidos no mundo, Lúcio Costa foi responsável pela elaboração do traçado de Brasília ao lado de Oscar Niemeyer. Também desenhou o Plano Diretor da Barra em 1969, que definiu a ocupação do bairro nas décadas seguintes.

ruas3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

9- Avenida Joao Luiz Alves (Urca)

O político e jurista João Luiz Alves empresta seu nome à rua mais desejada da Urca. Foi ministro da Justiça e do Supremo Tribunal Federal. Morreu em 1925.

10 - Avenida Rui Barbosa (Flamengo)

Intelectual influente no século XIX, participou da campanha pela abolição da escravatura e da fundação da República. Rui Barbosa também participou da elaboração da constituição da Primeira República. Foi Ministro da Fazenda, jornalista e advogado.

ruas4.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fontes: Secovi Rio; Histórias das Ruas do Rio, de Brasil Gerson; Nomes que Marcam o Rio, de Carlos Alberto de Lima

Fonte: VEJA RIO