DE BRAÇOS ABERTOS

Informações sobre os ônibus na palma da mão

Programa Rio Smart City libera acesso a informações em tempo real sobre trajetos das linhas ao alcance de um clique

Por: - Atualizado em

Obter informações sobre as linhas de ônibus do Rio e seus destinos deixou de ser algo complicado. O projeto Rio Smart City colocou adesivos inteligentes com capacidade de fornecer, em um clique, informações sobre trajetos, alterações de rotas e localização dos veículos em tempo real em cinco mil pontos de ônibus da cidade. Para ter acesso ao conteúdo, basta posicionar o smartphone com leitor QR Code ou da tecnologia NFC (Near Field Communication - Comunicação por Campo de Proximidade) que opere os sistemas Android, iOS ou Windows Phone à frente das tags, que também terão dados sobre pontos de interesse turístico localizados nos arredores.

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Com informações disponíveis em português, inglês e espanhol, o projeto facilita a vida de moradores e visitantes ao utilizar formato semelhante ao adotado com sucesso em outros destinos turísticos como Paris, Madri e Barcelona.

A intenção é que, num segundo momento, o programa também possa englobar em sua plataforma os serviços da Central de Atendimento 1746 e do Procon Carioca, além da agenda de eventos culturais da cidade, notícias locais e informações sobre o projeto Rio 450 Anos e os Jogos Olímpicos de 2016. A segunda fase também prevê a colocação de adesivos em frente aos museus, teatros, parques e outros pontos turísticos do Rio, fornecendo informações em tempo real para seus frequentadores. "Ao fazer com que a população adote novos meios de comunicação, envolvendo empresas locais e desenvolvedores na criação de novos serviços, ajudamos a consolidar uma nova cultura digital na cidade", avalia o secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho.

O Rio ganhou o direito de adquirir esta tecnologia por ter sediado em 2012 o Living Labs Global Awards, a maior competição entre cidades na busca de soluções para os principais problemas urbanos. O projeto "Contactless tags to bridge real and physical worlds" foi a solução vencedora da edição e o Rio, como cidade-sede, teve prioridade em sua implementação. A execução do projeto, coordenado pela empresa francesa Connect Things, teve a participação das secretarias de Ciência e Tecnologia, Conservação e Serviços Públicos e de Transportes.

Smart-2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO