COTIDIANO

Paisagens que fazem o Rio patrimônio da humanidade

Para convencer os jurados da Unesco a eleger o Rio Patrimônio da Humanidade, foram mostradas imagens de cartões postais, como o Aterro do Flamengo. Confira quais foram as paisagens que encantaram o júri

- Atualizado em

Fotos: Pedro Kirilos e Alexandre Macieira/Riotur

Eleita primeira cidade Patrimônio da Humanidade, como paisagem cultural urbana, pela Unesco, a candidatura do Rio teve como principal álibi as paisagens deslumbrantes. Para convencer os jurados da Unesco, formado por integrantes de 21 países, foram foram exibidos na reunião cartões postais como o Aterro do Flamengo e o Cristo Redentor. As cenas incluíram ainda o Pão de Açúcar, a Praia de Copacabana e o Jardim Botânico. Durante a apresentação do projeto, que aconteceu durante a 36ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, em São Petersburgo, na Rússia, no último sábado (30), estavam a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, e o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luiz Fernando de Almeida.

Para não perder o título conquistado, o Rio terá de manter suas belezas preservadas. Não serão toleradas alterações que descaracterizem paisagens ou a deterioração do meio ambiente. Entre os problemas mais graves enfrentados pelos cariocas, a favelização de encostas da Floresta da Tijuca é uma séria ameaça ao título, assim como a poluição da Baía de Guanabara. Os locais apresentados aos jurados de 21 países da Unesco serão acompanhados de perto pelo órgao das Nações Unidas, que vai exigir relatórios periódicos do governo para informar a situação de cada bem cultural carioca. Confira na galeria acima as paisagens que conquistaram os integrantes da ONU.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO