COTIDIANO

A vitória de Fernanda

O depoimento da jornalista de VEJA RIO que perdeu 55 quilos em um ano, publicado pela revista em janeiro, chega agora às livrarias

Por: Daniel Hessel Teich - Atualizado em

Leo Aversa/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Entre as quatro reportagens que compunham o especial de VEJA RIO dedicado à boa forma, publicado no início deste ano, destacava-se um texto escrito em primeira pessoa pela jornalista Fernanda Thedim, 31 anos, com o título de "Diário de uma ex-gorda". Ali, ela contava como havia perdido 45 quilos em sete meses, resultado de um desafio nascido em uma reunião de pauta da revista. Mais do que expor uma rotina marcada por dieta e exercícios, tratava-se de um surpreendente mergulho no universo de quem desejava se ver livre do excesso de peso, já havia passado por infinitas combinações de atividades esportivas e cardápios restritivos e sempre recaía no chamado efeito sanfona (aquele em que o peso perdido é recuperado). Ao ler o relato, a editora Martha Ribas, sócia da Casa da Palavra, achou que a experiência tinha um potencial ainda maior. "Todo aquele esforço valia um livro, em que o processo de emagrecimento fosse mais detalhado e que pudesse servir como um estímulo diário aos leitores que precisam ou querem perder peso", diz Martha. Na próxima semana, uma versão ampliada do depoimento chega às livrarias com o título de Corpo Novo, Vida Nova.

Reprodução (livro), Fernando Lemos (antes)
(Foto: Redação Veja rio)

Em uma cidade em que metade da população está acima do peso e dois em cada dez habitantes são enquadrados como obesos, expe­riên­cias bem-sucedidas de emagrecimento são um alento para quem vive em guerra com a balança. O grande trunfo de Fernanda, no processo iniciado em maio do ano passado, foi ter estruturado uma estratégia em que maus hábitos alimentares e sedentarismo foram cuidadosamente identificados e contornados um a um. Com o auxílio do médico Fabiano Serfaty e do preparador físico Dudu Netto, ela adotou um programa de reeducação alimentar e transformou a prática de esportes como vôlei, musculação, bodyboard e surfe em parte do seu dia a dia. Encerrado o desafio com a publicação da matéria, em janeiro, Fernanda não descansou: enxugou outros 10 quilos e se viu com um peso que não tinha desde a adolescência (72 quilos). Uma vitória que, sem dúvida, pode inspirar muitos leitores.

Fonte: VEJA RIO