EDIÇÃO DA SEMANA

Meio século de música

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

concertos.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Criado em 1962 com o objetivo de divulgar a música de câmara, o Quinteto Villa-Lobos completa cinquenta anos. A ocasião será celebrada com um concerto em que os atuais integrantes ? na foto, Philip Doyle (trompa), Rubem Schuenck (flauta), Aloysio Fagerlande (fagote), Paulo Sergio Santos (clarinete) e Luis Carlos Justi (oboé) ? vão acompanhar a Orquestra Petrobras Sinfônica, na quarta (27), no Teatro Oi Casa Grande. No programa, Concerto a Cinco, peça inédita de João Guilherme Ripper em homenagem ao aniversário, e Drummondiana, de César Guerra-Peixe, esta com presença do barítono Inácio de Nonno. A regência é de Carlos Prazeres. No mesmo dia, às 12h30, o quinteto toca Villa-Lobos, Lorenzo Fernandez, Ernesto Nazareth, Radamés Gnattali e Edino Krieger na Sala Funarte Sidney Miller, com entrada franca.

Sala Funarte Sidney Miller (225 lugares). Rua da Imprensa, 16 (Palácio Gustavo Capanema), Centro, ☎ 2279-8104. Quarta (27), 12h30. Grátis. Teatro Oi Casa Grande (926 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Quarta (27), 20h30. R$ 30,00. Bilheteria: 15h/21h (ter.); a partir das 15h (qua.).

Fonte: VEJA RIO