COTIDIANO

Projeto QR Rio transforma calçadas em mosaico com informações turísticas

Códigos entalhados em pedras portuguesas no Arpoador, nesta segunda (21), revelam fatos e curiosidades sobre o local e devem chegar ainda a outros pontos turísticos da cidade

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Daniel Coelho
(Foto: Redação Veja rio)

Importada de Portugal, uma novidade que chegou ao Arpoador nesta segunda (21) mistura tecnologia e tradição. Trata-se de um código de barras bidimensional que, entalhado em pedras portuguesas na calçada, oferece aos usuários de smartphones e tablets a possibilidade de acessar informações turísticas detalhadas sobre o local. Após baixar o aplicativo gratuito de leitura, basta apontar o aparelho conectado à internet para o código no chão, chamado QR code, que leva então a uma página especial sobre a região. Nela, o visitante descobre, por exemplo, que a praia tem 500 metros de extensão com ondas fortes e que o ponto foi batizado com o nome de Arpoador porque antigamente era comum, por ali, a caça de baleias com arpão.

Ao longo deste ano, 30 pontos turísticos do Rio vão ganhar estes mosaicos em preto e branco com fatos e curiosidades sobre cada localidade. Em março, os códigos devem ser inaugurados na Pedra do Leme, na Praia de São Conrado e no Mirante do Leblon. Arcos da Lapa, Praça Paris, Vista Chinesa, Jardim Botânico e Praça Tiradentes também estão na rota tecnológica do Projeto QR Rio, uma parceria da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos com o Grupo Máquina PR e a agência de design e tecnologia digital Zóio.

Confira no vídeo abaixo como a ideia funciona em Portugal.

[---V---]

Fonte: VEJA RIO