DIVERSÃO

Dez programas para passar longe do batuque

As alternativas no Rio para quem detesta ou não quer nem ouvir falar de Carnaval. São shows, peças, mostras, passeios e muito mais

Por: Louise Peres - Atualizado em

Quem não gosta da mistura samba, calor e muvuca não precisa se desesperar ao abrir sites, jornais e revistas e se deparar com a avalanche de páginas que só falam de carnaval. Ainda que o Rio seja uma das principais capitais da folia que começa nesta sexta (17) e só acaba na quarta de cinzas, há ótimas opções culturais pela cidade para quem não tem disposição e paciência para tanto ziriguidum. Cinema, teatro, exposições, shows e até festas que passam longe da bateria estão na nossa seleção. Confira a lista, aproveite os dias de descanso e prove que, mesmo quando todos pensam o contrário, sambar não é a única maneira de se divertir.

1 - Assista aos melhores filmes do ano

Uma ótima pedida para os cinéfilos que querem fugir da barulheira carnavalesca. O Centro Cultural Banco Do Brasil oferece, desde o dia 14, a oportunidade de assistir (ou rever) os melhores títulos que estrearam em 2011 na mostra Melhores Filmes do Ano. Até o dia 26, serão exibidas obras como Meia-Noite em Paris, de Woody Allen, concorrente ao Oscar de melhor filme, e o elogiado A Pele que Habito, última produção de Almodóvar. O cinepasse custa R$ 6,00, mas só é possível comprá-lo mediante apresentação de senha, distribuída sempre uma hora antes de cada sessão.

Programação

Sexta (17), O Vencedor: 16h. O Inferno de Henri-Georges Clouzot: 18h. Sábado (18), Diário de uma Busca: 16h. Incêndios: 17h50. Meia-Noite em Paris: 20h10. Domingo (19), A Pele que Habito: 16h. Além da Vida: 18h30. Quarta (22), O Inferno de Henri-Georges Clouzot: 16h. O Vencedor: 17h45. Quinta (23), Além da Vida: 15h30. A Pele que Habito: 17h50. Sexta (24), Incêndios: 16h. Diário de uma Busca: 18h20. Sábado (25), Melancolia: 15h. A Árvore da Vida: 17h40.

Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. www.bb.com.br/cultura.

2 - Vá ao teatro

Ótimas produções permanecem em cartaz no fim de semana, mesmo com toda a cidade respirando carnaval. Se você ainda não conferiu alguma delas, aproveite que o resto dos cariocas está com a cabeça bem longe dos palcos. Eis a lista:

✪✪✪ XANADU, de Douglas Carter Beane, com letras e músicas de Jeff Lynne e John Farrar e tradução de textos e canções de Artur Xexéo. Após duas semanas de temporada interrompida, por causa do acidente sofrido em cena pelos protagonistas Danielle Winits e Thiago Fragoso, em 28 de janeiro, o musical tem reestreia prevista para quinta (16). Baseada no longa-metragem estrelado por Olivia Newton-John no cinema, em 1980, a adaptação galhofeira chegou à Broadway em 2007. Na montagem brasileira, Danielle deve voltar ao palco, dando vida à protagonista Clio, uma semideusa do Olimpo que adota o nome terráqueo de Kira. Caso não seja liberada pelo médico, Renata Ricci (de Avenida Q e Gispy) assume o papel. Ela aterrissa na Praça Paris em 1980 para auxiliar o músico incompreendido Sonny Malone (Danilo Timm, substituto de Fragoso) a abrir uma casa noturna. No papel, a atriz entoa dez canções enquanto evolui sobre patins e conta com a ajuda de Danny Mc Guire (Sidney Magal, que também interpreta Zeus). Completam o elenco Sabrina Korgut, Gottsha, Maurício Xavier, Brenda Nadler, Karin Hils, Fabrício Negri, Lucas Drumond, Giovanna Cursino e Carla Vazques. Direção cênica de Miguel Falabella e Cininha de Paula e direção musical de Carlos Bauzys (100min). 12 anos. Estreou em 13/1/2012. Teatro Oi Casa Grande (926 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Quinta e sexta, 21h; sábado, 19h e 21h30; domingo, 19h. R$ 40,00 a 120,00 (qui. e sex.); R$ 60,00 a R$ 150,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: 15h/20h (ter.); 15h/21h (qua. a sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. IC. Estac. no Shopping Leblon (R$ 4,00 por duas horas). Até dia 26. Reestreia prometida para a quinta (16).

vejario-recomenda-teatro.jpg
(Foto: Redação Veja rio)
✪✪✪ COZINHA E DEPENDÊNCIAS

, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Bárbara Duvivier e Bianca Byington. Sucesso na versão cinematográfica de Philippe Muyl (Cuisine et Dépendances, de 1992), a comédia dramática gira em torno do reencontro de cinco amigos após uma década de distanciamento. Verdades e ressentimentos surgem das conversas entre os anfi­triões Martine (Bian­ca Byington) e Jacques (Márcio Vito), o hóspede Georges (Flavio Pardal) e os convidados Charlotte (Silvia Buarque) e seu aguardado marido. Fred (Leandro Castilho), irmão de Martine, e sua noiva, Marylin, também comparecem. Direção de Bianca Byington e Leonardo Netto (80min). 14 anos. Estreou em 2/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 20h. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Um Dia como os Outros, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ UM DIA COMO OS OUTROS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Ângela Leite Lopes. A comédia dramática se passa no núcleo de uma família tradicional de classe média durante o aniversário da esposa de um dos filhos. Como faz todas as sextas, a submissa Yolanda (Bianca Byington) se reúne para jantar com a família do marido, o bem-sucedido executivo Philippe Mesnard (Flavio Pardal). O ponto de encontro é o bar do irmão mais velho, Henrique (Márcio Vito), cuja esposa, Arlette, está atrasada justo na noite de aniversário de Yolanda. A demora exaspera a mãe dos rapazes (Analu Prestes). Em meio às confusões, a caçula solteirona Betty (Silvia Buarque) namora às escondidas o garçom Denis (Leandro Castilho). Direção de Bianca Byington e Leo­nardo Netto (90min). 14 anos. Estreou em 1º/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 21h30. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Cozinha e Dependências, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

ISTO AQUI É ROCK?N?ROLL ? A LITTLE ROCK CONCERT, de Aloísio de Abreu. Neto do comediante Oscarito, o ator Carlos Lof­fler estrela este musical de bolso na pele de C.Q. Lee, um lendário roqueiro brasileiro que retorna ao show­biz. Ele revira o baú de memórias fictícias e conta casos escabrosos, ora picantes, ora cômicos, envolvendo grandes nomes do rock nacional e estrangeiro. A narração das histórias é entremeada por clássicos do gênero, como Satisfaction, dos Rolling Stones, e I Wanna Be Sedated, dos Ramones (na versão em português escrita por Rita Lee). São executados ainda sucessos nativos, a exemplo de Inútil, do Ultraje a Rigor, e Por que a Gente É Assim?, de Cazuza. Loffler é acompanhado pela backing vocal Kelly Ana e por banda composta de duas guitarras, baixo e bateria. Direção cênica do autor e direção musical de Andrea Zeni (75min). 16 anos. Estreou em 11/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Fernanda Montenegro (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 22h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até dia 29.

AS MALVADAS ? TUDO SOBRE SHARON, SHEILA E SHIRLEY, de Alessandro Marson. Luciana Gonçalves, Flávia Guedes e Roberta Foster estrelam a comédia, respectivamente, como as irmãs Sharon, Sheila e Shirley, que moram juntas em um pequeno apartamento. Certo dia, enquanto o trio faz a faxina em casa, chega o convite para uma grandiosa festa à noite. Detalhe: ele é individual e, pelo envelope, não é possível saber para qual das três é destinado. Sharon, a mais velha, é atriz de teatro infantil e tem certeza de que a missiva foi endereçada a ela. Sheila, a irmã do meio, já participou de vários testes para dançarina em programas de TV e está convicta de que é a convidada. Já a mais jovem, Shirley, sonha com uma impossível carreira de modelo e não tem dúvida nenhuma de que é a contemplada. Diante da situação, elas não medem esforços para tirar as adversárias do páreo. Direção do autor e de Viétia Zangrandi (75min). 14 anos. Estreou em 17/1/2012. Teatro Clara Nunes (527 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9696. Terça e quarta, 21h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (ter. e qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ A MECÂNICA DAS BORBOLETAS, de Walter Daguerre. Prepare-se para altas doses de emoção. O bem urdido drama gira em torno da misteriosa ligação entre dois gêmeos. Eles, não por acaso, foram batizados com o nome dos personagens mitológicos cujo trágico confronto resultou na fundação de Roma. No interior do Rio Grande do Sul, Rômulo, vivido por Eriberto Leão, foge de casa aos 16 anos, decidido a conquistar o mundo. Remo, em tocante interpretação de Otto Jr., sente-se traído e abandonado. Durante duas décadas de ausência do cúmplice de infância, alimenta imensa amargura. O retorno de Rômulo, agora um famoso autor de livros de ficção em inglês, não contribui para curar as feridas. Durante o tempo que passou distante, seu pai, um mecânico, morreu. Restou ao irmão que ficou a ingrata missão de assumir as tarefas da oficina e sustentar a mãe, Rosália ? a personagem da mulher mentalmente perturbada pela viuvez é representada com sensibilidade por Suzana Faini. Na volta para casa, o escritor descobre ainda que a ex-namorada Liza (Ana Kutner) se tornou sua cunhada. Elaborados diálogos e a direção de Paulo de Moraes, da Cia. Armazém de Teatro, contribuem para desatar os nós familiares exibidos em cena (90min). 12 anos. Estreou em 11/1/2012. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro I (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a domingo, 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.). Até 4 de março.

✪✪✪ TIM MAIA ? VALE TUDO, O MUSICAL, de Nelson Motta. Adaptação da biografia Vale Tudo ? O Som e a Fúria de Tim Maia, realizada pelo autor do livro em parceria com o diretor do musical, João Fonseca. Nesta produção, que repassa a trajetória do artista dos 12 aos 55 anos, o papel-título cabe ao jovem ator Tiago Abravanel. Onze números são executados ao vivo por uma banda com seis músicos. O repertório inclui emocionantes interpretações para sucessos como Do Leme ao Pontal, Azul da Cor do Mar e Não Quero Dinheiro. Completam o elenco Izabella Bicalho, Lilian Valeska, Pedro Lima, André Vieri, Bernardo La Roque, Reiner Tenente, Evelyn Castro, Pablo Ascoli, Anna Carbatti e Leticia Pedroza (180min, com intervalo). 14 anos. Estreou em 5/8/2011. Teatro João Caetano (1?222 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9257. Quinta a sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 50,00 e R$ 70,00 (qui. e sex.) e R$ 70,00 e R$ 90,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: 14h/18h (ter. e qua.); a partir das 14h (qui. a dom.). IC. Até dia 26. Sessões extras na terça (14) e na quarta (15), às 19h. Não haverá sessões de sexta (17) a domingo (19).

✪✪✪ BREU, de Pedro Brício. Ambientado em uma casa de subúrbio carioca nos anos 70, durante a ditadura militar, o drama aborda a cegueira, física e metafórica. Na trama, Carmem (Kelzy Ecard, em ótimo desempenho, sempre de olhos fechados), que é cega, e Aurora (Andreia Horta) se encontram para fazer cachorros-quentes. No decorrer das tarefas, o episódio corriqueiro é transformado por relatos de medo e desconfiança, comuns naquele período de exceção política. A caprichada produção conta com cenário realista de Aurora dos Campos ? com fogão que acende e pia onde se lavam louças ?, iluminação sutil de Tomás Ribas e corretos figurinos de Flávio Graff. Direção de Maria Silvia Siqueira Campos e Miwa Yanagizawa (90min). 12 anos. Estreou em 18/1/2012. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro III (80 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2007. Quarta a domingo, 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (qua. a dom.). Até 11 de março.

✪✪✪ COZINHA E DEPENDÊNCIAS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Bárbara Duvivier e Bianca Byington. Sucesso na versão cinematográfica de Philippe Muyl (Cuisine et Dépendances, de 1992), a comédia dramática gira em torno do reencontro de cinco amigos após uma década de distanciamento. Verdades e ressentimentos surgem do contato entre os anfi­triões Martine (Bian­ca Byington) e Jacques (Márcio Vito), o hóspede Georges (Flavio Pardal) e os convidados Charlotte (Silvia Buarque) e seu aguardado marido. Fred (Leandro Castilho), irmão de Martine, e sua noiva, Marylin, também comparecem. Direção de Bianca Byington e Leonardo Netto (80min). 14 anos. Estreou em 2/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 20h. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Um Dia Como os Outros, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ UM DIA COMO OS OUTROS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Ângela Leite Lopes. A comédia dramática se passa no núcleo de uma família tradicional de classe média durante o aniversário da esposa de um dos filhos. Como faz todas as sextas, a submissa Yolanda (Bianca Byington) se reúne para jantar com a família do marido, o bem-sucedido executivo Philippe Mesnard (Flavio Pardal). O ponto de encontro é o bar do irmão mais velho, Henrique (Márcio Vito), cuja esposa, Arlette, está atrasada justo na noite de aniversário de Yolanda. A demora exaspera a mãe dos rapazes (Analu Prestes). Em meio às confusões, a caçula solteirona Betty (Silvia Buarque) namora às escondidas o garçom Denis (Leandro Castilho). Direção de Bianca Byington e Leo­nardo Netto (90min). 14 anos. Estreou em 1º/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 21h30. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Cozinha e Dependências, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ AS MIMOSAS DA PRAÇA TIRADENTES, de Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche. Criado nos moldes de A Gaiola das Loucas, o musical cômico conta histórias da Praça Tiradentes no decorrer de mais de um século, mesclando vida boêmia e efervescência cultural. Pelo lugar, que já foi chamado de Rossio Grande, Campo dos Ciganos, Campo do Polé e Praça da Constituição, flanaram nomes como Chiquinha Gonzaga, Bidu Sayão, Machado de Assis, dom Pedro I, José Bonifácio, Tiradentes, Oscarito, Grande Otelo, João Caetano, Pixinguinha, Custódio Mesquita e Ary Barroso. Acompanhados de cinco instrumentistas, os atores Cláudio Tovar, César Augusto, Gustavo Gasparani, Marya Bravo e Milton Filho, nomes tarimbados de outros musicais, interpretam as drags Lola, Samantha Overbook, Vanilla Cherry, Divina Rúbia e Catula de Montecarlo. Jonas Hammar dá vida ao malandro Miguelito Cigano. Direção de Gustavo Gasparani e Sergio Módena (110min). 12 anos. Estreou em 14/1/2012. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701. Quinta a domingo, 19h30. R$ 17,50 a R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 11h (qui. e sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Até 25 de março.

✪✪✪ COMÉDIA EM PÉ, de Claudio Torres Gonzaga, Fernando Caruso, Paulo Carvalho e Vitor Sarro. Munido apenas de microfone, o quarteto apresenta monólogos de humor baseado em fatos do cotidiano. Direção dos autores (90min). 14 anos. Estreou em 10/1/2007. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Quarta e quinta, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (qua. e qui.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 23.

PORTUGAL É AQUI!, de Diogo Portugal. Ex-integrante do programa Zorra Total e participante do quadro Stand Up Nosso de Cada Dia, no Fantástico, o comediante curitibano radicado em São Paulo traz ao Rio seu monólogo de humor. No palco, o artista explora sua versatilidade, interpretando tipos como a manicure Marlene Marluce Catarina, o porteiro Ediomar, a ex-prostituta Pamela Conti, o lutador de jiu-jítsu Bomba e o office-boy Elvisley. Direção do autor (75min). 12 anos. Estreou em 6/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Tônia Carrero (200 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Sexta e sábado, 23h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (sex. e sáb.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até dia 25.

3 - Confira uma exposição

Por estarem localizados no Centro - área que concentra muitos blocos que desfilam durante o carnaval -, vários centros culturais fecham as portas até terça. No entanto, algumas mostras imperdíveis continuam em exibição mesmo nos dias de folia. Veja quais são elas:

vjrio-recomenda-exposicoes1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

TARSILA DO AMARAL ? PERCURSO AFETIVO. Leia em Veja Rio Recomenda. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 29 de abril.

✪✪✪ IVENS MACHADO. Um dos grandes nomes da videoarte e da arte conceitual brasileira, o artista explora desta vez materiais brutos, como terra, azulejos, caixas de papelão e madeira, para criar ambientes onde aborda conceitos de densidade e grandeza. Machado faz também releituras de algumas de suas obras. É o caso do espaço criado com troncos de madeira empilhados, de alturas que variam de 1,80 metro a 2,20 metros, instalação que remete a um trabalho similar, apresentado na Bienal de São Paulo de 2004. Em um ambiente lateral, o visitante encontra um cenário claustrofóbico, montado com caixas de papelão de vários tamanhos, e um vídeo inédito produzido para a mostra. No outro salão lateral estão sete painéis de azulejos brancos, com intervenções em algumas peças, em que o artista desloca a função desse material. Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a sábado, 10h às 20h. Grátis. Até domingo (19). www.fcfb.rj.gov.br.

JOÃO MODÉ. O artista fluminense ocupa com novos trabalhos o interior e os arredores das Cavalariças do Parque Lage. Batizada de Para o Silêncio das Plantas, a mostra conta com intervenções na mata, passadiços por onde o visitante caminha e ouve, por meio de alto-falantes, músicas e sons variados, intercalados com momentos de silêncio. No repertório entram composições clássicas e populares, gravações de rituais dos índios caiapós, pontos de umbanda (para o orixá Oxóssi, protetor das matas), música eletrônica e sons de animais. No interior do espaço expositivo estão desenhos, fotografias e uma relação das obras executadas na trilha sonora. Escola de Artes Visuais do Parque Lage ? Cavalariças. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. Segunda a quinta, 9h às 22h; sexta a domingo e feriados, 10h às 17h. Grátis. Até 11 de março. www.eavparquelage.rj.gov.br.

✪✪✪✪ THOMAS FARKAS. Nascido em Budapeste, na Hungria, Thomas Farkas (1924-2011) veio para o Brasil com a família aos 6 anos e, aqui, deu relevante contribuição à iconografia moderna nacional. Thomas Farkas: uma Antologia Pessoal é uma retrospectiva composta de 115 trabalhos abrigados no acervo do IMS, em boa parte escolhidos para exibição pelo próprio autor. Na seleção, entraram peças representativas de sua trajetória, incluindo as séries sobre a construção de Brasília, revelando a faceta documental do seu trabalho. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a sexta, 13h às 20h; sábado e domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até dia 26. www.ims.com.br.

4 - Vá ao Rio Music Conference

Os amantes da música eletrônica vão ter som suficiente para deixar qualquer samba longe dos ouvidos. A partir desta sexta (17), a Marina da Glória recebe o Rio Music Conference 2012, evento que reúne grandes nomes da cena eletro do país e do mundo. Entre os destaques, o holandês Armin Van Buuren, segundo melhor dj do planeta segundo a revista DJ Mag, que abre os trabalhos no primeiro dia. Confira a programação completa do festival, que vai até o dia 26, no site www.riomusicconference.com.br

Marina da Glória. Avenida Infante Dom Henrique, s/nº, Aterro do Flamengo. Informações, ☎ 2220-9260. Sexta (17) a domingo (19), 21h. R$ 180,00 (1º lote) a R$ 300,00 (3º lote). www.ingressocerto.com.br.

vjrio-recomenda-noite.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

5 - Pegue um cineminha

Ele sempre salva nos dias chuvosos, nos momentos de tédio, e vai ser a salvação de muita gente também durante o carnaval. Aproveite os dias de descanso e vá conferir os filmes indicados na lista de melhores fitas em cartaz na cidade - ou para por em dia sua maratona pré-Oscar (a cerimônia de entrega dos prêmios acontece no dia 26, domingo logo após o carnaval).

6 - Música à beira-mar

Idealizado por três amantes do jazz, entre eles o humorista e contrabaixista Reinaldo, do Casseta & Planeta, o projeto Bossa Jazz e muito mais é uma opção para os anti-carnaval. Neste fim de semana, traz uma única atração: o grupo Conexão Rio, dos atores e cantores Andrea Veiga e Marcelo Nogueira. No espetáculo Você e Eu, Dois na Bossa, eles passeiam por repertório que passa por Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Roberto Menescal, Marcos Valle e João Donato. Completam a formação André Cechinel (piano), Paulo Diniz (bateria), João Franzen (sax), Fernando Clark (guitarra) e Fernando Barroso (baixo). 18 anos.

Vizta (80 lugares). Avenida Delfim Moreira, 630, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎ 2172-1089. Sexta (17) a domingo (19), 21h15. R$ 40,00.

7 - Jazz e MPB no Leblon

Para quem não curte os blocos de rua ou o sambódromo, a partir de sábado (18) até a quarta-feira de cinzas, o saxofonista Rodrigo Sha, acompanhado dos DJs Rafael Nazareth, Victor Ribeiro e do baterista e percussionista Marcelo Vig se apresentam no Bar do Lado, no Leblon, no evento Marina Sunset, de 16h até 22h. A entrada é gratuita.

Avenida Delfim Moreira, 696, Hotel Marina All Suítes, Leblon, tel. 2172-1100

8 - Alternativas festeiras

Se quiser fugir do samba, mas ainda assim cair na pista, a cidade oferece algumas opções de noite para quem curte rock, hip hop ou funk. Em Copacabana, Santa Teresa e na Lapa, veja três opções nos três estilos: um no sábado, um no domingo e outro na terça.

ON THE ROCKS. Na bronca com produtores que apelam para brindes e outros subterfúgios para atrair público, o DJ Wilson Power acredita que boa música já é o suficiente para fazer uma boa festa. Ao lado de outros adeptos do rock, Kleber Tuma, Flávio Quest e DJ Focka, Power ataca de petardos dos anos 90 e novidades da cena australiana. Fosfobox. Rua Siqueira Campos, 143, loja 22-A, Copacabana, ☎ 2548-7498, ? Siqueira Campos. Sábado (18), 23h. R$ 35,00.

SÓ PEDRADA MUSICAL. Com o nome do blog conhecido pela caprichada seleção musical, a festa traz o DJ americano Revolution, uma sumidade em hip-hop. O brasileiro Tamenpi abre a noite. Casa Alto Lapa Santa. Rua Joaquim Murtinho, 654, Santa Teresa, ☎ 2220-5458. Domingo (19), 22h. Mulheres: R$ 20,00. Homens: R$ 40,00.

NALDO. A guinada do funkeiro rumo ao pop inclui produção mais esmerada, com direito a figurino com lâmpadas de LED e dançarinos que "voam". Além dos antigos sucessos Me Chama que Eu Vou, Tá Surdo e Rebola, Naldo apresenta Meu Corpo Quer Você, com participação da cantora Preta Gil. 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Terça (21), 23h. Mulheres: R$ 80,00. Homens: R$ 90,00. Bilheteria: 15h/18h (seg.); a partir das 15h (ter.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

9 - Programa diurno

Em qualquer canto de praia, entre sexta e quarta, é inevitável: você vai ouvir um sambinha como fundo musical. Quem quiser um programa diferente nas areias de Ipanema, pode conferir a 14ª edição do torneio Rainha da Praia. A partir de sábado (18), às 9h, as atletas de elite do circuito brasileiro Juliana, Maria Elisa, Val, Talita, Vivian, Taiana e Shaylyn vão brigar pelo título em jogos eliminatórios, buscando o lugar na grande final ? que acontece no dia seguinte.

Praia de Ipanema, na altura da Rua Paul Redferm. Sábado (18) e domingo (19), 9h. Grátis.

10 - Conheça o Rio a pé

A empresa de turismo Rio Walks chega à cidade oferecendo quatro roteiros para conhecer o Rio através de caminhadas - e a programação acontece normalmente no Carnaval. Um deles, batizado de "Amantes da História", inclui a Cinelândia, o Largo da Carioca, a Praça XV e a Praça Mauá, com ênfase na importância histórica desses logradouros. "Bar em Bar" é uma visita a tradicionais bares da Zona Sul que inspira histórias sobre as origens da bossa nova e as tribos que compõem a atual boemia carioca. Cada roteiro dura cerca de três horas e meia e há três opções de horário por dia (8h30, 14h e 19h30). R$ 50,00. Ingressos e informações no site www.riowalks.com.br.

Fonte: VEJA RIO