EDIÇÃO DA SEMANA

Mundo Animal

Por: Letícia Pimenta - Atualizado em

mundo-animal-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Cãovidados de honra

A chef Shirley Santos, dona de um bufê de festas, criou um departamento exclusivo para os totós e os felinos. Veja algumas curiosidades sobre o serviço:

? As comidas são à base de produtos orgânicos, como o cupcake de legumes e o estrogonofe vegetariano

? Os humanos também podem comer os quitutes

? Os cães convidados devem estar com as vacinas em dia e usar coleira antipulga

? A empresa faz de cinco a oito festas por mês

Cada uma custa a partir de 5?000 reais

cartoonbank.com
(Foto: Redação Veja rio)
mundo-animal-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

CUIDADOS EXTRAS

Inteligente e dócil, a calopsita está entre as favoritas dos fãs de pássaros de estimação. Porém, é bom ficar atento a certos detalhes antes de adquirir um exemplar. A pet shop deve fornecer o exame de sexagem e o teste negativo para clamídia, uma zoonose que provoca diarreia e conjuntivite nas aves e um tipo raro de pneumonia em humanos. Em geral, os machos assobiam mais que as fê­meas. Quanto à dieta, ela deve conter grãos, ração, vegetais como couve e rúcula, além de cenoura, beterraba e milho. "Calopsitas se automutilam por frustração sexual e monotonia. A alimentação variada vira uma terapia ocupacional para elas", diz o veterinário e ornitólogo André Sena Maia. O preço médio do pássaro é de 70 reais.

Palavra de especialista

Meu pai começou a oferecer pão e queijo para nosso cachorro, que com isso deixou de comer ração, salvo quando damos grão por grão em sua boca. O que fazer? Greg Patelli, dono do border collie Fred Mercury Jr.

A solução envolve uma decisão conjunta da família de não ceder às chantagens dele, informa a treinadora Daniela Prado. Pegue um dia em que você possa exercitá-lo por pelo menos duas horas. No fim de tudo, coloque a ração num pote e observe a reação dele. Se não comer em meia hora, tire o prato e volte a oferecê-lo dali a duas horas. Repita o processo até ele resolver comer, o que pode demorar dois dias. Não existe relato de um cão saudável que tenha morrido de fome com comida à disposição. Se vocês forem firmes, vai funcionar.

mundo-animal-05.png
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO