Barra

Prefeitura instalará câmeras para coibir alimentadores de jacaré

Vinte equipamentos irão monitorar os 50 hectares de extensão do Bosque da Barra

Por: Redação Veja Rio

Jacaré-de-papo-amarelo: Caiman latirostris
Jacaré-de-papo-amarelo: espécie é uma das que habita a zona oeste (Foto: João Luiz Lima)

A  Secretaria Municipal de Meio Ambiente anunciou a instalação de 20 câmeras no Bosque da Barra, na zona oeste do Rio. O objetivo é coibir visitantes do parque que jogam comida aos jacarés.

+ Urbanização descontrolada ameaça jacarés nativos do Rio

Os 50 hectares de extensão do Bosque abrigam uma população de répteis estimada em cerca de 40 jacarés. O aumento do número de visitantes no parque nos últimos tempos agravou o problema da alimentação indevida desses animais.

+ Jacarés cercam helicóptero que realizava pouso forçado

Segundo especialistas, a oferta frequente de alimento faz com que os répteis percam a capacidade de distinguir o que é comida do que não é. As consequências disso podem ser desastrosas. Um exemplo é o caso do helicóptero Robinson R22 que caiu no lago do Bosque da Barra em março e foi cercado pelos animais.

Fonte: VEJA RIO