Rio 2016

Prefeito apresenta pista de ciclismo para Rio 2016

Provas de 11 modalidades olímpicas e quatro paralímpicas ocorrerão na cidade entre agosto e setembro do ano que vem

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

ciclismo prova
Prova de ciclismo: aquecimento para as Olimpíadas (Foto: Divulgação: Prefeitura Rio)

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, apresentou neste domingo (30) a pista de ciclismo Bicycle Moto Cross, ou BMX, a primeira obra concluída do Complexo Esportivo de Deodoro. No local, ocorrerão provas de 11 modalidades olímpicas e quatro paralímpicas durante os Jogos que ocorrerão na cidade entre agosto e setembro de 2016. O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, disse que a pista é comparável às melhores do mundo.

+ Ex-atletas atuam nos bastidores da organização da Rio 2016

Segundo Eduardo Paes, todas as demais obras do complexo estão dentro do prazo previsto. Elas foram iniciadas em julho de 2014, sob a coordenação da prefeitura, com recursos do governo federal. A maior preocupação de Paes era com o Circuito de Canoagem Slalom, mas ele informou que as obras estão “praticamente concluídas”. O prefeito ressaltou que a pista de ciclismo BMX estava sendo apresentada antes do prazo estabelecido.

O evento-teste da modalidade de ciclismo BMX está programado para o dia 3 de outubro e reunirá 96 atletas de 30 países para o Desafio Internacional de BMX, informou a assessoria de imprensa da prefeitura. A área onde a pista foi construída tem cerca de 4 mil metros quadrados. No circuito masculino, a pista tem extensão de 400 metros e, no feminino, de 350 metros. Esta será a terceira vez em que o ciclismo BMX fará parte dos Jogos Olimpícos. A primeira foi em 2008, nos Jogos de Pequim, China; e a segunda, em Londres, Inglaterra, em 2012.

A pista de BMX e o circuito de canoagem integram o Parque Radical, que, segundo a prefeitura, ficará como legado esportivo e social para a região de Deodoro, beneficiando cerca de 1,5 milhão de pessoas residentes na zona oeste da capital e em municípios da Baixada Fluminense. Com área de 500 mil metros quadrados, o Parque Radical será a segunda maior área de lazer do Rio de Janeiro, depois do Parque do Flamengo. Carlos Arthur Nuzman observou que essa região da cidade concentra uma fatia significativa de jovens. “Esse é um legado extraordinário”, afirmou.

No quarto trimestre de 2015, a prefeitura espera concluir o Centro de Hóquei sobre Grama, no Complexo Esportivo de Deodoro, com 15.293 lugares. O evento-teste deverá ocorrer em novembro deste ano. No primeiro trimestre de 2016, deverão ser inaugurados o Circuito de Canoagem Slalom, também com evento-teste em novembro deste ano, e as novas instalações permanentes da Arena da Juventude, ginásio onde serão disputadas provas de esgrima do pentatlo moderno, basquete feminino (primeira fase) e esgrima em cadeira de rodas. O evento-teste será em março do próximo ano.

A prefeitura também pretende entregar no primeiro trimestre de 2016 as instalações provisórias do Circuito de Ciclismo Mountain Bike, cujo evento-teste ocorrerá em outubro de 2015, e o Estádio de Deodoro, com capacidade para 15 mil pessoas. O local abrigará as disputas de rúgbi, hipismo do pentatlo moderno, combinado (corrida e tiro) do pentatlo moderno e futebol de sete. O evento-teste será em março do próximo ano.

Para o segundo trimestre de 2016, espera-se a inauguração do Centro de Tiro, onde serão disputadas as provas de tiro esportivo olímpico e paralímpico, com evento-teste previsto para abril do ano que vem, da piscina do pentatlo moderno (evento-teste em março de 2016) e do Centro de Hipismo, para provas das modalidades de hipismo olímpico (saltos, adestramento e concurso completo de equitação) e paralímpico. Nesse último caso, o evento-teste ocorreu neste mês de agosto.

Fonte: Agência Brasil