Cidade

Metro quadrado do Rio tem menor alta desde 2008

Segundo o índice Fipzap, imóveis subiram 0,35% na cidade em outubro. Cidade, no entanto, ainda tem o metro quadrado mais valorizado do país

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Imóveis do Rio tem alta menor que a inflação
Imóveis do Rio tem alta menor que a inflação (Foto: Pedro Kirilos/Riotur)

Dados divulgados pelo índice Fipezap nesta quarta (5) reforçam a tendência de acomodação nos preços dos imóveis cariocas. Segundo o índice, a cidade registrou alta de 0,35% durante o mês de outubro. Trata-se da menor valorização desde o início da série histórica deste indicador, em 2008. Este também é o 11º mês seguido de desaceleração dos preços. 

+ Preços de imóveis na Zona Sul começam a cair

Apesar disso, o Rio segue com o metro quadrado mais caro do país, com custo de R$ 10.830. Em segundo lugar está São Paulo, onde o preço médio é de R$ 8.301. Por lá a alta foi ainda menor, e os preços avançaram somente 0,3%.

A alta do último mês ficou abaixo da inflação. Em média, os imóveis do país subiram 0,45%, número que é 0,5% menor que o medido pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). 

Em duas capitais houve queda nominal no preço do metro quadrado. Em Florianópolis a redução foi de 0,55% em outubro em comparação a setembro. Já em Brasília, a queda registrada foi de 0,02%. 

Desde o começo de 2013 os preços subiram 5,88%.

+ Preços de arrepiar: dez exemplos de cobranças abusivas denunciadas no site do Rio Surreal

Fonte: VEJA RIO