Cidade

Ponte aérea Rio-SP é a mais cara do mundo

Empresas aéreas justificam preços que podem chegar a quase 1 000 reais

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

aeroporto.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Viajar na ponte aérea Rio-São Paulo dói - e muito - no bolso. É o que mostra um levantamento feito pelo jornal Valor Econômico com base em dados de pesquisa do instituto de pesquisas Centre for Aviation. De acordo com o levantamento, a tarifa média de ida e volta é de incríveis R$ 979,90. Em seguida vem a rota da rica Dubai-Doha, nos Emirados Árabes, com R$ 924,16. O terceiro maior preço vai para a rota Tóquio-Sapporo, no Japão, com R$ 586,62.

O tráfego aviação do país está aquecido, o que contribui para forçar os preços para cima. O aumento de passageiros encontra ainda gargalos nos aeroportos, que operam na capacidade máxima. Temos o quarto maior mercado aéreo do mundo, perdendo apenas para Estados Unidos, China e Índia. De acordo com dados da Centre for Aviation, o aeroporto do Galeão alcança a 59° posição entre os terminais aéreos mais movimentados do planeta. Além disso, apenas duas empresas dominam essa rota: juntas, Tam e Gol são responsáveis por 90,5% da demanda de passageiros no trecho Rio-São Paulo.O restante é suprido pela Avianca.

Procurada por VEJA Rio, a Gol informou que "oferece tarifas competitivas com as cobradas por empresas de ônibus interestaduais". A empresa aérea diz ainda que o cliente pode fugir de preços altos se comprar seu bilhete com 28 dias de antecedência e voar em dias de menos demanda, como às terças e quartas. A Gol também sugere que os consumidores sigam sua página no Facebook, usada para divulgar promoções.

Já a Tam afirma que instituiu um sistema com cinco diferentes tipos de tarifas desde 2006. São feitas para se adequar às necessidades dos passageiros, sendo a mais barata ideal para quem viaja com planejamento prévio, busca promoções e compra com antecedência. A mais cara é voltada para os executivos que viajam frequentemente e precisam de bilhetes com flexibilidade de horários. Essas passagens não têm custo extra caso o consumidor precise remarcar o voo. A empresa diz ainda que as promoções são feitas principalmente fora do período de pico.

Veja dicas para fugir dos preços elevados da ponte-aérea

- Seguir as empresas aéreas nas redes sociais para saber das promoções. A Tam tem perfil no Facebook e no Twitter. A Gol também está presente no Twitter e no Facebook e anuncia descontos por lá. Outra opção é seguir a Avianca no Facebook e no Twitter.

- Além das três empresas, há endereços online que divulgam ofertas. Entre eles, os perfis no Twitter @passagensaereas, @decolar e o @voecomdesconto

- Viajar em dias menos requisitados, como as terças, quartas e sábados.

- Procure voos fora do horário de pico, situados entre 10h e 16h, e 21h e 7h.

Fonte: VEJA RIO