DIVERSÃO

Passeios para o outono

VEJA RIO preparou um roteiro de passeios e programas para você curtir os dias de céu azul e clima ameno na cidade. Veja vinte ideias e aproveite o outono carioca

Por: Louise Peres - Atualizado em

Depois de um verão escaldante - o mais quente dos últimos trinta anos, o carioca respira aliviado e começa a aproveitar as temperaturas mais amenas que chegaram junto com o outono. Aproveitando a onda de clima fresco que já tomou conta da cidade na primeira semana da estação, VEJA RIO preparou um roteiro de programas perfeitos para curtir nos próximos meses, que dificilmente seriam agradáveis sob o calorão de 40 graus que experimentamos nas últimas semanas. Veja abaixo nossa seleção e programe-se para curtir os seus favoritos.

1 - Fazer uma trilha

Com temperaturas bem mais suportáveis, um passeio que exige esforço físico volta a ser uma boa pedida. Que tal conhecer uma das 90 trilhas do Parque Nacional da Tijuca? Entre as recompensas para quem completa o percurso estão cachoeiras e mirantes com visual de cair o queixo. Confira aqui algumas sugestões.

PARQUE NACIONAL DA TIJUCA
PARQUE NACIONAL DA TIJUCA (Foto: Redação Veja rio)

2 - Ir ao Parque das Ruínas

No alto de um mirante em Santa Teresa, os restos de um dos pólos de efervescência cultural do Rio até a década de 1940 dividem o espaço com uma vista fantástica da cidade, perfeita para ser apreciada nos dias de céu azul intenso característicos do outono. Tendo o Centro da cidade e a orla do Flamengo à Urca como pano de fundo, nos fins de semana as ruínas do Palacete Murtinho Nobre recebem exposições, shows e programas para as crianças, tudo a céu aberto.

parqueruinas.jpg
No alto de um mirante em Santa Teresa, os restos de um dos pólos de efervescência cultural do Rio até a década de 1940 dividem o espaço com uma vista fantástica da cidade. Tendo o Centro da cidade e a orla do Flamengo à Urca como pano de fundo, nos fins d (Foto: Redação Veja rio)

3 - Fazer um piquenique no Jardim Botânico

Estender a toalha e saborear guloseimas acompanhado dos amigos é uma ótima pedida para uma tarde de outono. Veja aqui dez dicas para organizar o seu.

piquenique.jpg
piquenique.jpg (Foto: Redação Veja rio)

4 - Conhecer a culinária das favelas pacificadas

Com o clima mais fresco, vale a pena subir o morro e conhecer os melhores botecos das favelas pacificadas, com paisagens de tirar o fôlego e uma profusão de sabores imperdíveis. Veja aqui onde são servidos o melhor PF, a melhor caipirinha, o melhor petisco e muito mais.

5 - Passear pelo Morro da Conceição

Com suas vielas e construções datadas do período colonial, a área nos arredores da Praça Mauá é rica em história. Uma atração turística imperdível, repleta de cultura e longe do roteiro comum da Zona Sul. Veja aqui dez motivos para visitar o morro.

6 - Praticar rapel na Pedra da Tartaruga

Quem aprecia esportes radicais vai adorar a descida, com vista para o mar. Os mais aventureiros podem experimentar a descida de 45 metros de altura, curtindo o visual da praia do Perigoso. Na Brasil Active, a aventura dura seis horas e inclui guia especializado, equipamento de segurança, seguro contra acidente e lanche. Preços sob consulta.

Brasil Active http://www.brasilactive.com.br

aventura.jpg
aventura.jpg (Foto: Redação Veja rio)

7 - Visitar o Parque Madureira

A terceira maior área verde da cidade é o destino perfeito para um passeio outonal - pista de skates, bicicletas para aluguel e quadras esportivas são apenas algumas das atrações encontradas por lá.

Pista de skate
Pista de skate (Foto: Redação Veja rio)

8 - Ir à Vista Chinesa

Além de apreciar uma vista deslumbrante da cidade, quem subir pode conferir de perto a reforma do monumento concluída no fim do ano passado, a primeira obra realizada desde sua inauguração, há 110 anos.

Alexandre Macieira|Riotur
Alexandre Macieira|Riotur (Foto: Redação Veja rio)

9 - Fazer um passeio diferente

Duas novas atrações recém-lançadas na cidade despontam como atrações divertidas para curtir o outono no Rio. Uma delas é o ônibus anfíbio, cujo tour tem parte do trajeto feito dentro d?água. Já a floatball é uma alternativa diferente aos pedalinhos da Lagoa. Saiba mais sobre os passeios aqui.

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

10 - Praticar esportes no Parque do Flamengo

O maior parque verde do Rio é o destino perfeito para um dia de esportes ao ar livre - seja para patinar, andar de bicicleta, skate ou jogar com os amigos numa das quadras que existem ali.

Divulgação
Divulgação (Foto: Redação Veja rio)

11 - Passear na Quinta da Boa Vista

Além de uma enorme área verde, o parque abriga o Jardim Zoológico do Rio. São mais de 2 000 animais, incluindo espécies raras e ameaçadas de extinção, como o Urubu Rei e a Ararajuba. Um piquenique na Quinta da Boa Vista completa o passeio.

Rio Zoo. Quinta da Boa Vista, s/n, São Cristóvão. RioZoo: terça a domingo, de 9h às 16h30. Quanto custa: R$ 6,00 ou 3,00 (meia entrada)

12 - Visitar o Parque da Cidade

Instalado no Alto da Gávea, o local é considerado mais seguro após a instalação da UPP na Rocinha. Lá é possível visitar a simpática Capela de São João Batista, erguida no século 19, e o Museu Histórico da Cidade, que conta com um acervo de quase 20 mil peças - entre elas, o trono de D. João VI, esculturas de Mestre Valentim, gravuras de Debret e móveis de época. O final de um córrego que corta a área verde termina em um lindo lago, clima perfeito para relaxar e namorar.

Funcionamento: de terça a domingo, das 8h às 17h.

Estrada Santa Marinha, 505, Gávea.

13 - Tomar café da manhã no Parque Lage

O desjejum à beira da piscina, dentro do casarão, é programa dos mais concorridos aos finais de semana. Após o lanche, passeio pelo parque e aproveite para relaxar em seus banquinhos e jardins e curtir o verde.

Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico. Entrada franca.

7 - Fazer piquenique no Parque Lage
7 - Fazer piquenique no Parque Lage (Foto: Redação Veja rio)

14 - Conhecer o Forte do Leme

Lá está uma das antigas fortalezas do Rio de Janeiro da década de 20, já desativada: o Forte Duque de Caxias. Para chegar, são 30 minutos de caminhada no meio da Mata Atlântica. Aos domingos, acontece a visitação motorizada: paga-se R$ 10,00 para ir de van até o forte e de lá contemplar a incrível vista da entrada da Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, a orla de Copacabana, o relevo da Floresta da Tijuca, o Dois Irmãos, o Cristo Redentor e a Pedra da Gávea.

Forte do Leme. Praça Almirante Júlio de Noronha, s/nº, no final da Avenida Atlântica, tel. 3223-5076/3223-5000. Terça a domingo, de 9h30 às 16h30. Há visitação motorizada aos sábados, domingos e feriados - o ingresso na van é R$ 10,00. Saídas de van às 10h, 11h30, 13h30 e 15h30.

forteleme.jpg
No topo do Morro do Leme está uma das antigas fortalezas do Rio de Janeiro da década de 20, já desativada: o Forte Duque de Caxias. Para chegar lá, são 30 minutos de caminhada no meio da Mata Atlântica (a estradinha é de paralelepípedo). A belíssima vista (Foto: Redação Veja rio)

15 - Passear pelo Forte de Copacabana

A princesinha do mar ao fundo já seria o suficiente para tornar o passeio agradável. Além de aproveitar a paisagem e o vento fresco e de lanchar na Confeitaria Colombo do Forte, os visitantes têm ainda a oportunidade de ouvir boa música. Na Alameda Octavio Correa há, semanalmente, apresentações de chorinho, mpb e encontros de corais. Forte de Copacabana.

Avenida Atlântica, Posto 6, Copacabana, tel. 2287-3781.

16 - Fazer um passeio guiado a pé

O clima mais ameno é um convite à caminhada pelas ruas da cidade. Que tal fazer passeios temáticos e conhecer mais sobre determinadas áreas do Rio? Listamos aqui cinco deles, para você desbravar a história, a beleza e os prazeres da capital. http://vejario.abril.com.br/especial/passeios-a-pe-rio-678614.shtml

17 - Dar uma volta de bike na Lagoa

Com aproximadamente 7,5 quilômetros de extensão, a ciclovia da Lagoa é uma das áreas de lazer mais populares da cidade. Dar uma voltinha à beira do espelho d?água é uma ótima maneira de aproveitar uma tarde e ainda se exercitar. Além de bicicletas duplas e com carrocinhas para aluguel, há também seis estações do sistema Bike Rio ao longo do percurso.

18 - Visitar os Jardins do Sítio Burle Marx

Nada de MAM ou Aterro. É no Sítio Roberto Burle Marx, em Barra de Guaratiba, que fica o maior jardim do arquiteto e paisagista. A área tem 365 000 metros quadrados, com jardins belíssimos minuciosamente projetados por Burle Marx. Vale se deslocar até lá e fazer a visita guiada. A entrada custa só R$ 8,00. Crianças de até 5 anos não pagam, desde que acompanhadas.

Estrada Roberto Burle Marx, 2019, Barra de Guaratiba. Agendamento de visitas pelo tel. 2410-1412. Visitas às 9h30 e 13h30, com duração de 90 minutos.

sitio-burle-marx.jpg
sitio-burle-marx.jpg (Foto: Redação Veja rio)

19 - Conhecer o Horto das Palmeiras

Espécies nativas, exóticas, raras e especiais estão espalhadas pelos 175 mil metros quadrados do local, tido como referência nacional junto a universidades e secretarias de meio ambiente. O Horto existe há mais de 20 anos e dispõe, além de expertise em projetos paisagísticos, de estufas e uma extensa área de plantio de variadas espécies. Além de passear por lá, o visitante pode levar exemplares de palmeiras para casa, à venda no local. Saiba mais em www.hortodaspalmeiras.com.br

horto-das-palmeiras.jpg
horto-das-palmeiras.jpg (Foto: Redação Veja rio)

20 - Curtir o choro na praça em Laranjeiras

Uma tarde agradável de outono combina com pastel de feira e boa música. A dica é ir à feira que acontece na praça da Rua General Glicério, em Laranjeiras, e há catorze anos recebe o encontro de um grupo de músicos que se reúne para tocar choro. A tradição iniciada pelo grupo Choro na Feira é mantida, desde dezembro de 2010, pelos músicos do Pixin Bodega, que tocam choro e samba.

Rua General Glicério, Laranjeiras. Sábados, das 12h30 às 14h30.

Fonte: VEJA RIO