DIVERSÃO

Paris é aqui

Uma lista de dez lugares do Rio inspirados na capital francesa

Por: Luna Vale - Atualizado em

Para quem gosta de viajar é impossível ver um filme que se passa em alguma outra cidade e não ter vontade de conhecê-la ou revisitá-la. Nesta quinta-feira (28) estreiam nos cinemas da cidade dois filmes ambientados em Paris: Magia ao Luar, o novo do diretor americano Woody Allen e Lucy, do produtor e diretor francês Luc Bresson, estrelado por Scarlett Johansson. Para chegar um pouco mais perto da capital francesa, listamos dez lugares para viajar até lá sem sair do Rio.

Dez restaurantes no Rio com clássicos da gastronomia francesa

[---FI---] Clique na imagem para ampliá-la

1. Cúpula do CCBB - Outro exemplar eclético, assemelha-se a estruturas instaladas em grandes edifícios comerciais parisienses, como a das Galerias Lafayette.

2. Casa França-Brasil - Projetada para abrigar a primeira Praça do Comércio da cidade, é o principal exemplar do neoclássico francês (estilo que se tornou popular no período napoleônico) no país.

3. Monumento a Dom Pedro I na Praça Tiradentes - Executado pelo escultor francês Louis Rochet a pedido do imperador dom Pedro II, foi a primeira estátua da cidade do Rio de Janeiro. É cercada por adornos como postes, lampiões e gradis característicos das praças parisienses.

4. Theatro Municipal - Inaugurado em 1909, foi um dos projetos que o prefeito Pereira Passos desenvolveu durante sua gestão. É uma cópia da Ópera Garnier, em estilo eclético.

5. Avenida Rio Branco - Construída no início do século XX pelo então prefeito, Pereira Passos, com o nome de Avenida Central. Inspirada nas ruas largas da capital francesa, não por acaso a versão carioca começa (ou termina) em um grande obelisco, assim como a Champs-Elysée.

6. Chafariz da Praça Mahatma Gandhi - Originalmente instalado na Praça da Bandeira, foi feito na fundição Val D'Osne, empresa que produziu inúmeros monumentos de Paris, entre eles as rebuscadas entradas do metrô e estátuas espalhadas pela capital francesa.

7. Praça Paris - Foi desenhada em 1926, pelo arquiteto e urbanista Alfredo Agache, que procurou reproduzir o traçado dos jardins parisienses, com fontes e árvores cuidadosamente podadas.

Arte: Camilla Di Martino
(Foto: Redação Veja rio)

8. Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória - Com colunas gregas na fachada, é outra amostra da arquitetura neoclássica, desta vez inspirada na Igreja de la Madeleine.

Arte: Camilla Di Martino
(Foto: Redação Veja rio)

9. Pórtico da Academia Imperial de Belas-Artes - Única parte remanescente do prédio idealizado pelo arquiteto francês Grandjean de Montigny, o frontão segue o estilo do portal do Institut de France. Está instalado no Jardim Botânico.

Arte: Camilla Di Martino
(Foto: Redação Veja rio)

10. Jardins do Palácio Imperial na Quinta da Boa Vista - Criados pelo paisagista Auguste François Marie Glaziou no século XIX, reproduzem elementos encontrados em correlatos parisienses como o Jardim de Luxemburgo.

Fonte: VEJA RIO