CIDADE

Fundação OSB define nome de sua nova orquestra

OSB Ópera & Repertório é formada por músicos reintegrados em setembro

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

É OSB Ópera & Repertório o nome do novo corpo orquestral da Fundação OSB, formado pelos músicos reintegrados à instituição em setembro, quando um acordo pôs fim à crise que assolava a Orquestra Sinfônica Brasileira desde janeiro. Apesar de a temporada 2011 das orquestras estar no fim, o conjunto ainda encontrou tempo para cinco concertos até o fim do ano, com regentes e solistas convidados. Os quatro primeiros serão nos dias 16 e 17, no CCBB. No dia 18, a OSB Ópera & Repertório se apresenta na Igreja da Candelária, em clima natalino: com regência de Carlos Moreno, serão executados o Concerto Grosso em Sol Menor, Op. 6, Nº 8 -- Concerto de Natal, de Arcangelo Corelli, a Cantata de Natal, de Ernani Aguiar, o hino Adeste Fidelis, de autoria anônima, e Jesus, Alegria dos Homens, de Bach, além de duas peças de Villa-Lobos. O espetáculo terá participação do tenor Marcos Paulo, do barítono Marcelo Coutinho e do Coro de Crianças da OSB. Vale lembrar: pelos termos firmados no acordo assinado há dois meses, o novo conjunto não responderá ao maestro titular da OSB, Roberto Minczuk, apontado pelos reintegrados como o pivô da crise.

Fonte: VEJA RIO