COTIDIANO

Com dois anos de atraso, metrô chinês chega ao Rio até o fim de abril

Fabricado na China, primeiro dos novos vagões do metrô chega ao Rio na próxima semana. Novo modelo tem menos assentos do que os antigos

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Após atrasar dois anos, desembarca no Rio, entre os dias 20 e 21 de abril, o primeiro dos 19 novos trens do metrô encomendados à China. Importado de Changchun, o trem embarcou na Ásia em fevereiro e vai passar por testes antes de entrar em operação, prevista pela concessionária MetrôRio para agosto. Ainda de acordo com a empresa, até o fim de 2012 mais oito trens estarão em funcionamento. Em março de 2013, todas as novas composições, que totalizam 114 carros, estarão ativas.

Enquanto os antigos vagões comportavam, em média, 300 passageiros, os novos poderão transportar até 330 pessoas. Mas haverá menos assentos disponíveis, que foram reduzidos dos atuais 42 para 36. A concessionária promete acabar com o desconforto causado pelas constantes falhas no ar condicionado. De acordo com ela, a temperatura será mantida constantemente em 23°C. Outra novidade é a passagem sanfonada, que permite se deslocar de um vagão para o outro. O investimento total foi de 320 milhões de reais.

Inicialmente, a empresa prometeu que os trens chineses entrariam em operação em agosto de 2010, como estava previsto no 6° Termo Aditivo de contrato de concessão, assinado em 2007. Em maio de 2011, a Agência Reguladora de Transportes do Rio de Janeiro (Agetransp), multou a MetrôRio em 374 mil reais devido aos atrasos. No mesmo ano, VEJA Rio mostrou o caos que os usuários enfrentam diariamente para andar de metrô. A reportagem registrou que 70% das viagens sofreram atrasos e outras 90% tiveram freadas bruscas.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO