DIVERSÃO

Meu Rio com Naldo

No topo das paradas, o carioca aproveita as raras folgas na cidade para correr na praia de Copacabana, jogar basquete no Aterro e tomar água de coco na orla. Veja o roteiro de Naldo no Rio

Por: Louise Peres - Atualizado em

naldo-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Com sua mistura de funk, hip hop e pop romântico, ele cravou o hit Amor de Chocolate no primeiro lugar da lista de músicas mais baixadas no iTunes Brasil (loja virtual da Apple), desbancando hits como Esse Cara Sou Eu, de Roberto Carlos, e Oppa Gangnam Style, do coreano Psy. Nascido em Bonsucesso e morador da Taquara, o carioca Naldo virou o queridinho das pistas e desfruta hoje um sucesso estrondoso. Com a agenda lotada de shows no Brasil inteiro, ele hoje tem raríssimos dias de folga na cidade. Mas, a cada oportunidade, aproveita para curtir as paisagens da Zona Sul, dar um mergulho em Copacabana, encontrar os amigos numa churrascaria na Barra e tomar um coco gelado à beira-mar - sim, ele prefere a água docinha à vodca.

Prestes a subir ao palco do Citibank Hall para encerrar a turnê Na Veia Tour, no sábado (12), em show transmitido ao vivo pelo Multishow na TV e pela internet, ele conversou com VEJA Rio. Na expectativa de se apresentar mais uma vez em sua cidade natal, revelou seus programas preferidos por aqui. "É uma emoção cantar ao vivo no Rio, um lugar que eu amo, para o mundo inteiro ver. Não à toa vou apresentar aqui uma novidade, a inédita Tudo o que eu quero, com a participação da dupla Jorge & Mateus", adianta o cantor, que acaba de mudar o nome artístico. A partir de 2013, sua alcunha é Naldo Benny. "Gravei agora uma música com o Fat Joe em Miami, e o Benny vem para dar uma sonoridade gringa, contemporânea.", explica ele. Confira abaixo o roteiro carioca do funkeiro.

Que lugar do Rio melhor representa esse novo momento da sua vida?

Os vários cartões postais que aparecem no clipe Amor de Chocolate: a Lapa, o Pão de Açúcar, a praia. São lugares por onde eu gosto de passar quando chego de viagem. Só de vê-los já recarrego minhas baterias.

video-youtube.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

E o qual te lembra o começo da sua carreira?

O Centro do Rio, eu e meu irmão (Lula, falecido em 2008, com quem Naldo fazia dupla) batalhávamos muito por ali nas várias rádios que ficavam na região. E também Bonsucesso, onde estão muitos lugares onde eu cantei de graça, lá no começo, e o estúdio onde gravamos nosso primeiro disco.

Qual é o seu programa favorito na cidade?

Eu gosto muito de jogar basquete no Aterro e correr na praia, do Leme ao Arpoador.

Pedro Kirilos/Riotur
(Foto: Redação Veja rio)

Que lugares daqui mais têm a ver com você?

A Zona Sul, a praia, o Aterro, o Pão de Açúcar. O Rio é lindo, e respirar o ar carioca nesses lugares é bom demais.

Qual é o seu lugar preferido para ir com os amigos?

Assim que chego gosto de marcar um almoço ou um jantar para rever a galera. Curto ir ao Porcão Rio?s ou ao da Barra.

E para relaxar?

Tenho tão pouco tempo aqui que, quando posso, adoro ficar na minha casa. Assisto a shows, componho, toco violão, fico de bobeira mesmo.

Qual é a sua praia preferida?

Copacabana. Do Leme ao Arpoador, aquele trecho da orla é lindo.

copacabana6_ricardo.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Você tem algum cartão-postal preferido?

Sou alucinado pelo Cristo Redentor. Tenho uma ligação com a fé, com oração, e ele representa um pouco isso.

Silvestre Machado / Opção Brasil Imagens
(Foto: Redação Veja rio)

Quando quer dançar, curtir e se divertir, onde você vai?

É muito difícil eu sair quando estou aqui. No Rio, mais trabalho do que me divirto. Não sou de balada, prefiro curtir meus pais, meu filho (ele tem 15 anos). Uma única vez eu fui na 021 porque o Varejão estava aqui (Anderson Varejão, jogador de basquete da NBA, a liga americana, mora nos Estados Unidos e é amigo de Naldo).

O melhor da night carioca é...

O astral! É uma energia, uma luz, uma sagacidade que só no Rio se vê. Desde a beleza das mulheres até a simpatia dos caras, é uma coisa nossa, única.

Nas suas músicas você fala muito de chantilly, sorvete, leite condensado, chocolate... você gosta muito de doce?

Adoro! Gosto muito mais do que de salgado (risos). O musse de uva que minha mulher faz pra mim é delicioso.

E onde a gente pode encontrar o melhor doce do Rio, na sua opinião?

Tem uma banana com canela e leite condensado que eu como no Riobrasa que é fantástica.

Onde você bebe vodca?

Na noite, eu bebo muito mais champanhe, sabia? (risos). Bebo vodca raramente, depois dos shows. Abro champagne quando quero brindar alguma conquista. Na semana passada, quando fiquei em 1º lugar no Itunes Brasil (a loja virtual da Apple), abrimos uma garrafa para comemorar.

E água de coco?

Sempre (risos). Bebo muita. Antes da refeição, depois dos shows, quando acabo de correr - sempre paro num quiosque na praia e bebo.

E prefere o que? Whisky, vodca ou água de coco?

A qualquer hora, eu prefiro sempre água de coco (risos).

Fonte: VEJA RIO