DIVERSÃO

Temporada de musicais

O ano começa com três grandes novidades e quatro reestreias na Broadway carioca. Confira a lista com os musicais em cartaz na cidade a partir de quinta (3) e programe-se!

Por: Louise Peres - Atualizado em

rock-in-rio-o-musical-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Se nos últimos tempos o Rio virou o palco mais importante do país quando o assunto é teatro musical, em 2013 não deve ser diferente. A julgar pela primeira quinzena do ano, a Broadway carioca estará a todo vapor, com a estreia de três grandes espetáculos num intervalo de apenas sete dias: além de uma versão pocket do Rock in Rio, estreiam um musical teen, primeira adaptação de um livro da escritora e blogueira de VEJA Rio, Thalita Rebouças, e a montagem brasileira de A Família Addams. Sem falar em grandes sucessos que voltam à cena, como Alô, Dolly!, adaptado por Miguel Falabella, e Tim Maia ? Vale Tudo, O Musical, de Nelson Motta. Para você se programar e não perder nenhum desses grandes shows, preparamos um guia com as estreias e reestreias do gênero neste comecinho de temporada. Escolha seus favoritos, programe-se e boa diversão!

NOVIDADES

Rock in Rio ? O Musical

O autor Rodrigo Nogueira assumiu o desafio de transpor para os palcos o festival que já reuniu mais de 6 milhões de espectadores em edições no Rio, em Madri e Lisboa. Produzido pela Aventura Entretenimento, Rock in Rio ? O Musical revela a história de amor de dois jovens unidos pela música, numa narrativa costurada por 50 canções que marcaram as quatro edições cariocas do evento (1985, 1991, 2001 e 2011). A primeira grande estreia do ano marca ainda a esperada abertura da Grande Sala da Cidade das Artes, na Barra, após dez anos de obras. Direção de João Fonseca (170min). 14 anos.

Onde: Cidade das Artes - Grande Sala (1?248 lugares). Avenida das Américas, 5300, Barra da Tijuca. Quando: Quinta, sexta e sábado, 17h30 e 21h30; domingo, 16h e 20h. Até 28 de abril. Estreia prometida para quinta (3). Preço: R$ 40,00 (camarotes laterais 9 e 10) a R$ 160,00 (plateia). Vendas exclusivas pelo Ingresso.com.

musical-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Tudo Por um Popstar

O espetáculo adaptado por Gustavo Reiz a partir do livro homônimo de Thalita Rebouças conta a história das amigas Gabi (Thati Lopes), Ritinha (Larissa Bougleux) e Manu (Jullie). Moradoras de Resende, elas se aventuram em uma viagem ao Rio para assistir ao show de seus ídolos, a boyband Slavabody Disco Disco Boys. No elenco estão ainda com Christian Villegas, Gabi Porto, Igor Pontes, Marco Bravo, Raphael Rossatto, Rosana Chayin e Thais Belchior. A partir de 12 de janeiro, a trupe estará em cartaz em dois teatros diferentes, se alternando entre o Imperator, no Méier, e o Clara Nunes, na Gávea. Direção de Pedro Vasconcelos (90min). Livre.

Onde: Imperator - Centro Cultural João Nogueira. Rua Dias da Cruz 170, Méier, tel. 2596-1090. Quando: Sábado, 20h e domingo, 19h30. Sessões extras: sábado (5) às 17h e domingo (6) às 16h. Não haverá sessão no dia 11/01. Estreia prometida para sábado (5). Até 25 de abril. Preço: R$ 20 (meia-entrada), R$ 28 (clientes e funcionários da Bradesco Seguros e Previdência) e R$ 40 (inteira). Ingressos à venda na bilheteria e pelo site www.ingresso.com.br.

Onde: Teatro Clara Nunes. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), 3º piso, Gávea, ☎ 2274-9696. Quando: Terça e quarta, 20h; sábado e domingo, 16h. Até 28 de abril. Estreia prometida para sábado (12). Até 28 de abril. Preço: R$ 30 (meia-entrada), R$ 42 (clientes e funcionários da Bradesco Seguros e Previdência) e R$ 60 (inteira). Ingressos à venda na bilheteria e pelo site www.ingresso.com.br.

A Família Addams

Assinada por Cláudio Botelho, a versão brasileira do espetáculo de Marshall Brickman e Rick Elice chega ao Rio depois de 10 meses de sucesso em São Paulo, onde somou mais de 350 000 espectadores. Adaptada para a Broadway em 2010, a história da família estranha que saiu dos quadrinhos para virar sucesso na TV e nos cinemas traz, no elenco de 26 atores, nomes como Daniel Boaventura e Marisa Orth, em sua primeira experiência como cantora. Na trama, Gomez (Boaventura) esconde da esposa Mortícia (Marisa) que a filha Wandinha (Laura Lobo) arrumou um namorado ?normal?, até que os Addams promovem um jantar para receber o garoto. Direção de Jerry Zaks (150min, com intervalo). Livre.

Onde: Vivo Rio (1876 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Quando: Quinta e sexta, 21h; sábado, 16h30 e 21h; domingo, 15h30 e 20h. Até 7 de abril. Estreia prometida para quinta (10). Preço: R$ 50,00 a R$ 230,00. Bilheteria: a partir das 12h (qui. a dom.). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

VOLTAM AOS PALCOS

Alô, Dolly!

Clássico da Broadway encenado pela primeira vez no Brasil em 1966, com Bibi Ferreira no papel principal, o espetáculo ganhou nova montagem em 2012, dirigida por Miguel Falabella. Na peça, ele também dá vida a Horácio Vandergelder, um rico e intratável comerciante que contrata Dolly Levi (Marília Pêra), uma célebre viúva casamenteira, para lhe arranjar uma esposa. Da cenografia aos figurinos, passando por iluminação, som e coreografia, a produção é em tudo grandiosa e esmerada. O elenco de 29 atores conta com integrantes de larga experiência em musicais, como Alessandra Verney. (140min, com intervalo). 10 anos.

Onde: Teatro Oi Casa Grande (926 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800.

Quando: Quinta, 21h; sexta, 21h; sábado, 18h e 21h30; domingo, 19h. Até 24 de fevereiro. Reestreia prometida para quinta (3).

Preço: R$ 40,00 a R$ 190,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. e qua.); a partir das 15h (qui. a dom.). Cc: todos. Cd: todos. Ingresso.com. Estac. no Shopping Leblon (R$ 4,00 por duas horas).

Gonzagão ? A Lenda

A vida de Luiz Gonzaga (1912-1989), o Rei do Baião, inspira o musical. Em vez de apenas passear pela trajetória do homenageado, como é comum em montagens do gênero, o espetáculo traz duas tramas que se cruzam. Na primeira, uma companhia teatral nômade propõe-se a contar o que seus integrantes chamam de ?lenda do Rei Luiz?. A outra, claro, é a história que esses atores contam - ou seja, a vida de Gonzagão. Adrén Alves, Alfredo Del-Penho, Eduardo Rios, Fabio Enriquez, Marcelo Mimoso, Paulo de Melo, Renato Luciano, Ricca Barros e Laila Garin compõem o divertido elenco, que solta a voz com eficiência e se reveza em vários papéis, inclusive o de Gonzagão. Quatro instrumentistas acompanham a turma e executam mais de cinquenta canções - O Xote das Meninas, Pau-de-Arara e Asa Branca, com arranjos renovados, aparecem no repertório. Música e figurino foram indicados ao Prêmio Shell, a ser entregue em 2013. Direção do autor, João Falcão (120min). 12 anos.

Onde: Teatro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro, ☎ 2279-4027. Quando: Quinta a domingo, 19h. Até 3 de fevereiro. Reestreia prometida para quinta (3). Preço: R$ 24,00 (qui. e sex.) e R$ 32,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 13h (qui. a dom.).

Paula Kossatz
(Foto: Redação Veja rio)

Tim Maia ? Vale Tudo, O Musical

Sucesso estrondoso na temporada teatral de 2011, o musical é uma adaptação da biografia Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia, de Nelson Motta. Tiago Abravanel, revelação a bordo do papel-título, se divide entre as sessões com Danilo de Moura, que estrelou a peça na temporada paulistana. A produção repassa a trajetória de Tim Maia (1942-1998) em um amplo painel que inclui passagens como a temporada em que o cantor viveu nos Estados Unidos, sua parceria com Roberto Carlos e sua conversão à seita Cultura Racional, entre outras. Completam o entrosado elenco Isabella Bicalho, Lilian Valeska, Pedro Lima, Andreh Vieri, Bernardo La Roque, Reiner Tenente, Evelyn Castro, Pablo Ascoli, Aline Wirley e Leticia Pedroza. No palco, são onze números executados de forma contagiante por uma banda com sete músicos -- sucessos como Do Leme ao Pontal, Azul da Cor do Mar e Não Quero Dinheiro. Direção de João Fonseca e direção musical de Alexandre Elias (160min). 14 anos.

Onde: Theatro Net Rio -- Sala Tereza Rachel (789 lugares). Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso, Copacabana, ☎ 2147-8060. Quando: Quinta a sábado, 20h30; domingo, 20h. Até 24 de fevereiro. Reestreia prometida para quinta (3). Preço: R$ 100,00 (balcão) e R$ 150,00 (frisa ou plateia). Bilheteria: 10h/22h. Cc: D, M e V. Cd: todos.

Milton Nascimento ? Nada Será Como Antes ? O Musical

Mais uma obra autoral da dupla Möeller e Botelho, o tributo musical a Milton Nascimento reúne 43 composições do cantor, entre elas Maria Maria, Clube da Esquina nº 2 e a canção mencionada no título da peça. O cenário de Rogério Falcão, que evoca Minas Gerais, e os lindos arranjos musicais de Délia Fischer embelezam o espetáculo. Direção dos autores (90min). Livre.

Onde: Teatro Clara Nunes (499 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), 3º piso, Gávea, ☎ 2274-9696. Quando: Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. Até 3 de março. Reestreia prometida para sexta (4). Preço: R$ 80,00 (lateral) e R$ 110,00 (central). Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). Ingresso.com. Estac. (R$ 6,00 por duas horas).

EM CARTAZ

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Shrek ? O Musical

Anunciado como uma superprodução (10 milhões de reais) que fez sucesso por onde passou (Broadway, Londres), o espetáculo corresponde às melhores expectativas. A trama é a do primeiro dos quatro filmes estrelados pelo ogro verde: ao lado do amigo Burro (Rodrigo Sant?Anna), Shrek (Diego Luri) vai até um castelo libertar a princesa Fiona (Sara Sarres, de O Fantasma da Ópera) das garras de um dragão fêmea. Destaque para os impagáveis Lord Farquaard (Marcel Octavio, de joelhos, para representar o nobre vilão baixinho) e Sant?Anna, já famoso por sua participação no humorístico Zorra Total, que provoca risadas desde o primeiro minuto em que aparece na pele do burrinho falastrão. Direção de Diego Ramiro (130min). Rec. a partir de 8 anos.

Onde: Teatro João Caetano (1?143 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9257. Quando: Sexta, 20h; sábado e domingo, 16h e 20h. Até dia 17. Estreou em 14/12/12. Preço: R$ 57,50 a R$ 115,00 (sex.); R$ 69,00 a R$ 126,50 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.). IC.

Fonte: VEJA RIO