ESPORTES

Macaco muriqui será mascote olímpico?

Está lançado o primeiro candidato a mascote das Olimpíadas de 2016, no Rio

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

chico-buarque-muriqui.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O Rio acaba de ganhar, oficialmente, o primeiro candidato a mascote das Olimpíadas de 2016. É o muriqui, um macaquinho desconhecido, porém muito simpático e fissurado em abraços, que vive em pontos isolados da Mata Atlântica. A fim de chamar atenção para a espécie, que está na Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza como um dos 25 primatas mais ameaçados de extinção do mundo, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a ONG Eco-Atlântica, a Secretaria de Estado do Ambiente e a empresa EBX, de Eike Batista, lançaram juntos nesta quarta (26), no Parque Lage, a campanha para que o animal seja escolhido como representante dos Jogos Olímpicos sediados no Rio.

LEIA MAIS: Relembre quais foram os mascotes de outros Jogos Olímpicos

O bichinho já ganhou inclusive o apoio de fãs de peso, como o cantor e compositor Chico Buarque, que vestiu a camisa (e a careta) do macaco em vídeo oficial de incentivo à eleição do primata. O ex-ministro da cultura Gilberto Gil, por sua vez, cedeu os direitos da canção Aquele Abraço para a campanha. E não à toa. Em tupi-guarani, muriqui significa "povo manso da floresta". Considerado o maior primata das Américas, podendo atingir até 1,5 metros e 20 quilos, o muriqui é extremamente dócil e carinhoso: quando vê um par, sua primeira reação é sempre dar um abraço.

O gosto por abraços e a atuação em equipe reforçam a identificação com o espírito olímpico e, acima de tudo, com o povo carioca. "Esse macaco é o típico gente boa, simpático, solidário e hospitaleiro, tem tudo a ver com o Rio", disse o ator Marcos Pasquim, uma das personalidades presentes no evento.

Paula Breves
(Foto: Redação Veja rio)

Camila Pitanga, Sergio Marone, Isabel Fillardis, o jogador Sócrates e Marcos Frota também estão entre as celebridades que se apaixonaram pelo muriqui, e que entregaram e ele seu voto para mascote olímpico. Segundo Frota, o macaquinho vai despertar a discussão ecológica em um país que é considerado a reserva natural do mundo. "Precisamos mostrar ao planeta o que temos aqui, e proteger a nossa biodiversidade. A consciência ecológica é o futuro do Brasil", afirmou o ator, que está preparando um espetáculo circense sobre a importância da preservação da Mata Atlântica, em que o muriqui é o protagonista.

Atualmente existem 1 300 macacos da espécie na natureza, cerca de 300 no estado do Rio, isso levando em conta a estimativa mais otimista. Além do temperamento amável, eles são dispersores de sementes, e têm, portanto, um importante papel na manutenção das florestas. Em outras palavras, garantir a existência deles significa semear a vida. Mas daí a se tornar mascote das Olimpíadas é outra história...

Você torce pela vitória do muriqui?

muriqui2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO