EXPOSIÇÕES

Sempre surpreendente

Mira Schendel (1919-1988) revela-se uma pintora inventiva no Instituto Moreira Salles

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

roteiroexposicaoabre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Suíça de origem judaica que migrou para o Brasil em 1946, Mira Schendel (1919-1988) produziu intensamente, do início dos anos 50, em Porto Alegre, até pouco antes de sua morte, em São Paulo, quando deixou obras inacabadas. Fez fama com instalações em papel e objetos gráficos. Exemplares do gênero, integrantes das séries Droguinhas e Trenzinhos, foram exibidos na Signals Gallery de Londres, em 1966, e na mostra Alfabetos Entrelaçados, que uniu trabalhos seus aos do argentino León Ferrari, no MoMA de Nova York, em 2009. Em cartaz no Instituto Moreira Salles, Mira Schendel, Pintora mostra outra faceta da artista: exibe pela primeira vez 27 de seus quadros.

O pequeno conjunto exposto revela, além de suas habilidades com pincéis, os belos resultados que obteve ao experimentar variados materiais sobre tela, juta e madeira. Responsável pela curadoria, a historiadora da arte Maria Eduarda Marques dividiu o acervo em blocos relativos às décadas de 50 a 80. No primeiro setor estão pinturas a óleo e têmpera de tonalidades escuras produzidas até meados dos anos 60. Algumas trazem a influência do pintor italiano Giorgio Morandi (1890-1964), em especial as naturezas-mortas e as chamadas composições espaciais. Outras seguem o estilo da abstração geométrica.

No segmento posterior ficam os exemplares em que foram acrescentados elementos gráficos e palavras escritas, além de peças de textura aveludada ? chamadas de pinturas matéricas ?, construídas com areia e gesso. O terço final é reservado para vistosas criações de cores fortes, como as três têmperas de grande formato, de 1985, com aplicação de folhas de ouro. Outra vertente criativa é mostrada nos dois exemplares da série Sarrafos, iniciada em 1967 e retomada em 1988, com fundo branco e inserção de elementos tridimensionais em madeira, pintados de preto. Mesmo em uma técnica pela qual era menos conhecida, a artista ainda surpreende.

Mira Schendel, Pintora. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a sexta, 13h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 20h. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 20 de novembro. www.ims.com.br.

Fonte: VEJA RIO