EXPOSIÇÕES

Pátina do tempo

Lonas de caminhão usadas servem de suporte para obras de Maria Tomaselli reunidas em individual no Centro Cultural Correios

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-01-expos-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nascida na Áustria, ela veio para o Brasil em 1969, aos 28 anos, e rodou o país. Em Porto Alegre, onde desembarcou, estudou pintura com Iberê Camargo (1914-1994). Passou temporadas por São Paulo, Rio e Olinda, antes de voltar para o Sul, onde vive hoje. Reconhecida por conciliar delicadeza e riqueza cromática em suas pinturas, Maria Tomaselli tem se dedicado a reproduzir esse estilo sobre lonas de caminhão usadas ? furos e remendos incluídos. Onze trabalhos produzidos desde 2006 estão na mostra TO na Lona, um trocadilho unindo TO, sua assinatura nas obras, e o suporte utilizado. Em cartaz a partir de quinta (10), a individual com curadoria de Denise Mattar mostra o domínio da artista sobre variadas técnicas: as lonas ganham camadas de tinta, desenhos e impressões de gravuras. Somam-se a esse conjunto dezenove telas (óleos e acrílicas) criadas desde os anos 90, quatro desenhos (que, desprovidos de cores, contrastam com as pinturas), um objeto de madeira e seis álbuns de gravuras. Completa a seleção um vídeo sobre uma das obras mais importantes de sua carreira, a premiada instalação Oca-Maloca, de 1985.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 18 de maio. A partir de quinta (10).

Fonte: VEJA RIO