O mapa da guitarra

No Dia Mundial do Rock, que é comemorado nesta quarta (13), saiba onde ouvir, ler, aprender e comprar artigos inspirados no ritmo

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Leo Martins
(Foto: Redação Veja rio)

O calendário de shows contará com grandes atrações internacionais em 2011. Nos palcos, os grupos Iron Maden, Ozzy Osbourne e 30 seconds to Mars são os destaques da programação roqueira, que terá também duas semanas consecutives de Rock in Rio. Mas não é só nas plateias dessas apresentações que os fãs do ritmo poderão se encontrar. As opções para os adeptos do som incluem bares temáticos, além de lojas e cursos voltados para quem um dia pretende dedilhar uma guitarra. Siga nosso roteiro:

Não é apenas o samba que faz sucesso na Lapa. O principal destino dos amantes de Mick Jagger e Bono Vox na área é o chamado quarteirão do rock. É lá que ficam os bares Satisfaction (1) e Rio Rock e Blues Club (2). A primeira casa tem três andares decorados com cartazes de bandas e festas temáticas, como as dedicadas aos grupos Pink Floyd aos Guns N? Roses. Já o segundo endereço investiu na diversidade de serviços em seu espaço. Além das noites dedicadas ao blues e o rock, também há no local um estúdio, que pode ser alugado para gravação, além espaço para aulas variadas.

Aberto em 1997 na Zona Sul, o Bukowsky (3) é uma das principais referências da região. Ocupa um casarão inteiro de Botafogo com pista de dança no térreo, onde sucessos como I Love Rock and Roll, de Joan Jett, está sempre no repertório. O bar conta ainda com três bares e mesa de sinuca.

Para os fãs do heavy metal a melhor pedida é o Calabouço Heavy & Rock Bar (4), na Praça da Bandeira, que se intitula o bar mais rock n?roll da cidade, com a apresentação de bandas ainda mais barulhentas.

Flávio Lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Até mesmo em Vargem Grande, os fãs do ritmo estão bem representados. O Nectar Som (5) atrai seguidores de Janis Joplin, Led Zepellin e outros medalhões mais clássicos do ritmo. O espaço cultural, cercado de verde, recebe bandas cover e tem uma lojinha, especializada na venda de CDs, DVDs e LPs. Para quem deseja fazer uma boquinha, um restaurante vegetariano também integra o espaço, que conta ainda com padaria com produtos integrais e antiquário.

Para quem pretende subir ao palco algum dia, ou ensaiar alguns acordes, a boa é a Academia do Rock (6), que funciona nas dependências do Rio Rock e Blues Club, e dispõe de oficinas de guitarra, gaita e canto. As aulas são semanais, e custam 200 reais por mês. No mês de agosto está prevista uma oficina de guitarra para técnicas de blues com duração de dois meses.

Tradicional ponto de vendas, a loja Acústica Acessórios (7), que funciona há 50 anos na Rua da Carioca, é uma das principais referências para quem deseja adquirir seu primeiro instrumento. Para enfrentar os novos tempos, também oferece seus produtos através do site. Já a Barra Music (8) tem foco nos instrumentos de corda: guitarra, violão e contrabaixo.

Quem não resiste a estampar seu gosto musical no vestuário dos filhos não pode deixar de visitar (e comprar) uma das divertidas camisetas, bodies ou babadores da Qvizu (9). Uma linha de camisetas ilustradas com o rosto dos principais representantes e dizeres sobre o ritmo faz sucesso também entre os adultos.

Endereços:

[---V---]

Fonte: VEJA RIO