CARNAVAL

Manual do folião esperto

Dez dicas fundamentais para você aproveitar o Carnaval de rua do Rio sem cair em roubadas

Por: Louise Peres - Atualizado em

rafael-dias-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não parece, mas o Carnaval de rua no Rio diminuiu em relação ao ano passado ? o número de blocos autorizados pela prefeitura caiu de 492 para 465. A impressão, no entanto, é de que a festa nunca esteve tão grande e cheia: cariocas e turistas aderiram em massa aos desfiles, com milhares de foliões espalhados pelas vias e praças cariocas. Por mais atraente e divertida que seja, a festa definitivamente não é uma atração para principiantes. Algumas dicas para aproveitar a folia são elementares. Pensando nisso, VEJA RIO preparou um guia com os principais conselhos que um folião experiente daria a você. Tome nota e divirta-se!

Proteja seus bens de valor

Não é novidade: se você guardar seu celular ou carteira no bolso, a chance de perdê-los em meio à multidão é enorme. Para evitar transtornos e se proteger de furtos, aposte nas doleiras ? aquela carteira comumente usada para guardar dólares durante viagens. Assim, seus pertences ficam protegidos dentro da sua calça e evitam a enorme dor de cabeça de cancelar todos os seus cartões, registrar o boletim de ocorrência, pedir segunda via dos documentos, bloquear a conta do celular...

dolera.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Use filtro solar

Se você ainda não ouviu o conselho do Pedro Bial, por favor, ceda ao nosso apelo: o sol está de rachar, e após um dia inteiro exposto aos raios você vai desejar ter passado o bendito protetor. A menos que você queira sair vestido de pimentão no dia seguinte ou não tenha medo de desenvolver um câncer de pele, por favor, use o filtro.

protetor.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Leve um kit banheiro

É um fato: dificilmente os banheiros químicos espalhados pelas ruas da cidade terão papel higiênico quando você, após enfrentar bons minutos de fila, finalmente entrar na cabine. A dica é levar um pacotinho de lenços umedecidos. São uma salvação na hora do aperto e ainda são de grande ajuda para dar aquela refrescada na pele do rosto e do pescoço, castigada pelo suor.

Esqueça fantasias quentes

Você pode achar incrível a ideia de se vestir de Mulher Gato ou de King Kong. Provavelmente a vestimenta fará sucesso. Nada agradável será ver você passar mal e desmaiar de calor no meio do bloco porque sua roupa é, na verdade, um forno em forma de fantasia. Evite roupas muito cobertas e peças de materiais sintéticos como plástico ou couro. Quanto mais leve e fresco, melhor.

fernando-maia-rio-tur.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Use roupa de banho

Esse é o truque de mestre. Com tantos blocos em Ipanema, Leblon, Copacabana e Leme, um mergulho para finalizar a folia é irresistível. Vá de biquíni ou sunga por baixo, sem medo de ser feliz.

Marque um ponto de encontro

Eventualmente você vai acabar se separando dos seus amigos e corre o risco de se perder deles. Sabendo que provavelmente os celulares estarão sem sinal e você dificilmente conseguirá se comunicar por alguém, estipular um ponto de encontro é sempre uma medida útil.

Beba muita água

Outro conselho elementar, mas que muita gente ignora: entre cervejas e vodcas, não esqueça de ingerir muita água. O verão no Rio tem sido um dos mais quentes dos últimos anos e só bebendo muito líquido para se manter saudável. Você vai evitar desidratação, mal estar e o transtorno de precisar recorrer ao pronto socorro.

agua.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Escolha calçados confortáveis

Sapatos que permitam você sambar, andar quilômetros, andar, andar, e andar mais, e não querer descalçá-los. Se forem minimamente fechados, melhor ainda. Vai proteger você dos inevitáveis pisões.

Tenha lanches à mão

Na hora da fome, as barraquinhas desaparecem, as filas crescem e o seu estômago ronca feito um monstro adormecido. Leve com você lanchinhos práticos ? barras de cereais, mix de nuts e biscoitinhos leves em pacotes pequenos são boas opções.

Garanta os bilhetes de metrô

Poupe-se das filas e chegue mais rápido ao próximo bloco comprando seus bilhetes com antecedência. O mesmo vale para os ônibus: se puder, recarregue seu Riocard antes da folia para garantir os créditos e se livrar de carregar o troco no bolso.

Fonte: VEJA RIO