EXPOSIÇÕES

Lasar Segall

Mostra Percursos no Papel promove um corte específico na rica obra do artista, com trabalhos sobre papel, apenas

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Nascido na Lituânia, Lasar Segall (1891-1957) conheceu o Brasil, onde moravam seus irmãos, em 1913. Naquele mesmo ano, fez suas primeiras individuais em São Paulo e Campinas. Uma década depois, de volta ao país onde viria a se radicar, trouxe a influência do expressionismo na bagagem europeia a tempo de se alinhar com representantes do recente movimento modernista, como Ismael Nery, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral. Atração na Caixa Cultural, Percursos no Papel promove um corte específico em sua rica obra: como sugere o nome, a mostra reúne apenas trabalhos sobre papel. Sob a curadoria de Adrienne Firmo, a representativa seleção apresenta 61 criações. São gravuras, desenhos, aquarelas e guaches nos quais predominam figuras humanas ? de anônimos, como a pessoa retratada em Mulher no Estábulo, a conhecidos, a exemplo do escritor Mário de Andrade. Personagens recorrentes, migrantes, vítimas da guerra, judeus e prostitutas estão presentes. Sempre sobre o mesmo suporte, o artista passeia por estilos variados, dos traços grossos e tons soturnos às linhas suaves e cores vivas.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até dia 28. www.caixacultural.com.br.

Preservação: a casa onde o artista morou, em São Paulo, é, desde 1967, um museu dedicado ao estudo e à manutenção de seu trabalho.

Fonte: VEJA RIO