EDIÇÃO DA SEMANA

Uma volta... por São Cristóvão, com Kátia Barros

Desde que mudou o escritório da Farm da Zona Sul para São Cristóvão, em 2008, a estilista Kátia Barros descobriu endereços e atrações surpreendentes no bairro. Confira as dicas

Por: Louise Peres - Atualizado em

uma-volta-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O escritório em Copacabana já não comportava o crescimento das atividades da Farm quando a estilista Kátia Barros descobriu, meio sem querer, um terreno de 7 000 metros quadrados em São Cristóvão. Desde 2008, o bairro, conhecido por reunir outras confecções e empresas do ramo têxtil da cidade, abriga a sede e a fábrica onde trabalham mais de 500 funcionários da grife, lançada há dezesseis anos na Babilônia Feira Hype. "É uma região muito bonita. Além de ela conservar esse clima do Rio de antigamente, sempre deparo com endereços quase secretos e surpreendentes", diz Kátia, que mora no Jardim Botânico e passou a circular pelos arredores da Quinta da Boa Vista desde que transferiu seu quartel-general para o número 551 da Rua General Bruce. Conheça alguns deles.

"O lugar onde trabalhamos precisa ser acolhedor. São Cristóvão tem isso, mesmo sendo fora da Zona Sul."

Fonte: VEJA RIO