EXPOSIÇÕES

J. Carlos

Mostra no Centro Cultural Correios abrange várias facetas da carreira do genial ilustrador

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Julieta Sobral/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Caminho mais curto entre simplicidade e sofisticação, o traço genial de José Carlos de Brito e Cunha (1884-1950), ou J. Carlos, como assinava seus trabalhos, já garantiria seu lugar de destaque nas artes gráficas brasileiras. A mostra em cartaz no Centro Cultural Correios revela, no entanto, que o talento do artista foi muito além da ilustração. Sua incursão pela tipografia rendeu letras de desenho rebuscado e ousadias, a exemplo da criação de uma capitular (em geral o maior caractere da página) minúscula. O mesmo destemor é exibido na diagramação concebida por ele para publicações importantes de seu tempo. Na revista de variedades Para Todos, molduras ornadas margeavam as páginas e fotos tinham seu fundo recortado em formas geométricas menores do que o personagem clicado, proporcionando a ilusão de tridimensionalidade. Outra faceta de seu trabalho, a publicidade também se faz presente em diversos anúncios de inspirado estilo art déco. Reproduções dominam o acervo de mais de 300 peças - o que só realça a relevância das oitenta ilustrações originais expostas.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 28 de setembro.

Fonte: VEJA RIO