EXPOSIÇÕES

Invasão estrangeira

A coletiva artevida, com 120 artistas de 35 nacionalidades em quatro espaços, inaugura sua primeira fase no sábado (28)

Por: Rafael Teixeira

roteiro-expos-01-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Tomado por turistas estrangeiros nestes dias de Copa do Mundo, o Rio será palco de nova invasão internacional. No sábado (28), começa a primeira fase do projeto artevida (grafado assim mesmo, em minúsculas), reunião de 120 artistas de 35 nacionalidades. Com curadoria de Adriano Pedrosa e Rodrigo Moura, a coletiva se propõe a investigar as relações entre arte e vida. Cerca de 300 trabalhos, pinturas, esculturas, instalações, fotografias, desenhos e vídeos, compõem a alentada seleção, repartida em quatro frentes que ocuparão espaços distintos. Em (corpo), na Casa França-Brasil, marcam presença 63 artistas, incluindo figuras de peso na arte brasileira, a exemplo de Anna Bella Geiger, Lygia Clark, Lygia Pape e Antonio Dias, e nomes menos conhecidos por aqui, como a húngara Dóra Maurer e o argentino Alejandro Puente. Também no sábado (28), abrem partes de outros dois segmentos do projeto: (arquivo), na Biblioteca Parque Estadual, com cerca de 400 documentos do artista pernambucano Paulo Bruscky, e (parque), na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, com uma individual da alagoana Martha Araújo e uma instalação do japonês Tsuruko Yamazaki. No dia 19 de julho, esses dois espaços recebem outros artistas e o Museu de Arte Moderna inaugura a quarta e última parte do projeto, batizada como (política).

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10 às 20h. Grátis. Biblioteca Parque Estadual. Avenida Presidente Vargas, 1261, Centro, ☎ 2332-7225. → Terça a domingo, 10 às 20h. Grátis. Escola de Artes Visuais do Parque Lage - Palacete. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. → Segunda a quinta, 9h às 19h; sexta a domingo, 9h às 17h. Grátis. Até 21 de setembro. A partir de sábado (28).

Fonte: VEJA RIO