EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio de Janeiro

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Conexão Rio-Londres

historias-cariocas-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Com poucas cores e traços, quase uma pintura naïf mas com pegada moderna, a Enseada de Botafogo aparece na capa do número 114 da revista inglesa Litro Magazine, que tem o Rio como tema e textos de autores locais como João Paulo Cuenca e Sérgio Rodrigues. Foi Filipe Jardim o ilustrador da edição carioca ? de tanto sucesso na Flip, em Paraty, ela ficou esgotada e, pela primeira vez em sua história, será feita uma segunda impressão, a ser lançada em Londres durante a Olimpíada. Fundada em 2006, a publicação carrega no nome uma ironia ao tabloide Metro, gratuito e de notícias curtas. O bordão da Litro é ?Viva a literatura, abaixo os free papers que sujam o transporte público?.

De olho (puxadinho) no trânsito

historias-cariocas-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não, não é o Centro de Controle de Tráfego da prefeitura. O emaranhado de linhas e pontos no painel entrega que se trata do sistema de trânsito de uma cidade maior que o Rio e com malha viária ainda mais complexa ? no caso, Tóquio. Escolados no assunto (lá são quase 5 milhões de automóveis), os japoneses implantaram recentemente um programa de gerenciamento de mobilidade urbana que informa, via GPS, eventuais obras, árvores caídas ou sinais quebrados. Um acordo do governo japonês com a Secretaria Estadual de Transportes está trazendo dez técnicos, que vão passar um ano por aqui tocando um projeto semelhante. O objetivo é monitorar carros, ônibus, metrô, trens, barcas e até bicicletas.

Memória da cidade

historias-cariocas-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A foto ao lado é da primeira visita do papa João Paulo II ao Rio, em 1980. Além de subir o Corcovado, o pontífice esteve no Vidigal, no Maracanã e, ao discursar na Catedral Metropolitana, fez questão de homenagear seu anfitrião na viagem, a quem chamou de ?querido irmão?. ?Agradeço a acolhida do senhor cardeal dom Eugenio de Aráujo Sales?, disse, em português esforçado, provocando palmas ao tropeçar na pronúncia de um sobrenome que na verdade poucos conhecem. Eugenio Sales morreu na segunda-feira passada (9), aos 91 anos. Foi por três décadas o líder da Igreja Católica na cidade. De linha conservadora (chegou a proibir uma alegoria de cunho religioso de passar pela Sapucaí), era um homem corajoso, que protegeu presos políticos brasileiros e acolheu refugiados de regimes militares de países vizinhos.

Uma arte radical

historias-cariocas-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Galpão de Artes Urbanas Hélio Pellegrino, na Gávea, vai abrigar, no fim do mês, uma exposição inusitada, com skates servindo de suporte para artistas plásticos (muitos deles crias da periferia) com nomes tão criativos quanto suas obras: Acme, CH2, Madruga, Ment e Wilbor são alguns dos grafiteiros convidados. As técnicas mostram-se as mais diversas, como estêncil, spray, tinta acrílica, marcenaria, colagem e estofagem. Com 20 centímetros de largura e 80 de comprimento, as peças têm preços entre 500 e 900 reais. Nas fotos estão, respectivamente, os traços de Afa, Vagner Donasc e Matheus Velasco.

Andando em círculos

historias-cariocas-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Foram abertas em junho duas trilhas no Parque Nacional da Tijuca com uma característica inédita dentro do complexo florestal: são circulares. Isso foi pensado para evitar o vaivém de grupos, que acaba prejudicando a preservação das árvores ? se muita gente se espreme nas picadas, alguém acaba se equilibrando na vegetação, o que danifica troncos e galhos. As caminhadas são longas (veja abaixo a extensão de cada uma e a duração sugerida) e há várias fugas com vias asfaltadas, para que se possa pegar o carro de volta para casa e posteriormente retomar o percurso do ponto onde se parou.

Trilha Castro Maya: 13 Km, 2 dias.

Trilha Major Archer: 20 Km, 4 dias.

Fonte: VEJA RIO