EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias Cariocas

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Casa da música

historias-cariocas-1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Muito já foi divulgado sobre como será a fachada ? futurista ? do novo Museu da Imagem e do Som, na Avenida Atlântica, em Copacabana. Mas só agora começam a ser definidos os ambientes internos. As três perspectivas ao lado dão uma ideia da estrutura interna do prédio, que terá subsolo com boate e hall da fama, e terraço todo gramado, reunindo restaurante e cinema ao ar livre. Entre o chão e o céu serão cinco andares, sempre com espaços amplos. O terceiro piso deve bombar. Nele estará a exposição permanente Alegres Trópicos, com a memorabilia da cantora Carmen Miranda, juntando 280 fonogramas, seus figurinos e ornamentos (o Museu Carmen Miranda, no Flamengo, deixa de existir). A previsão é que o MIS seja entregue à cidade em 2013.

O lucro não é para todos

historias-cariocas-5.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Recente pesquisa do Clube de Diretores Lojistas mostra que nem todos os números surgidos com a ação das Unidades de Polícia Pacificadora são positivos: 14% dos pequenos comerciantes (a feira, a padaria da favela, a loja de bugigangas) agora vendem menos. Especula-se que seja reflexo do sumiço dos antigos compradores de droga. Confira acima.

Cartão-postal no pulso

historias-cariocas-2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Pegar o bondinho do Pão de Açúcar está custando, para um adulto, 53 reais. Por sua vez, uma mulher que pretenda carregar o cartão-postal no braço, sob a forma de uma pulseira em ouro branco e brilhantes da loja da prestigiada Miriam Kimelblat, pagará 316 vezes o valor ? a joia só sai dali por 16?770 reais. Está na vitrine do novo endereço da empresária, no térreo do Fashion Mall, em São Conrado. É a primeira vez que a filha do joalheiro Nathan Kimelblat vende sem ser por encomenda. Também fazem parte do catálogo da coleção inspirada no Rio uma gargantilha que remete ao movimento das ondas do mar de Ipanema e um anel com o contorno do Morro Dois Irmãos, tal como visto das areias do Leblon.

Paca não, tatu não, desta vez cutia sim

historias-cariocas-3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A maior novidade da oitava edição da Temporada de Caça e Carnes Exóticas do Otto é o roedor ao lado. Trata-se de uma cutia, que, nesse restaurante tijucano, será servida em cortes inéditos, assados ao forno com alho, vinho branco e sálvia, acompanhando batatas e risoto de arroz negro, por 86 reais ? preço salgado, mas dá para duas pessoas. O evento, que começa na próxima quarta-feira (28), acontece na matriz da Rua Uruguai e também na filial do Itanhangá Center. Ao longo dos anos, algumas receitas do festival, como as de javali, acabaram se incorporando ao menu tradicional da casa. Neste ano também vai ter jacaré, rã e lebre. Paca e tatu, não.

Fonte: VEJA RIO